Índice de títulos


Colóquio Internacional “Literatura, Revolução, Indústria cultural e Biopolítica”

  • Primeiro Colóquio Internacional “Literatura, Revolução, Indústria cultural e Biopolítica”

Seminário do Novo Código de Processo Civil e a Teoria Geral do Processo

  • I Seminário do Novo Código de Processo Civil e a Teoria Geral do Processo

SEMINÁRIO CAPIXABA DE ENGENHARIA MECÂNICA

SEMINÁRIO CAPIXABA DE ENGENHARIA MECÂNICA

Data: 12 a 14/09/2017.

Local: Departamento de Engenharia Mecânica CT III – UFES.

  • II SEMINÁRIO CAPIXABA DE ENGENHARIA MECÂNICA

    setembro 12, 2017 – setembro 14, 2017

    Este seminário propõe apresentar resultados de pesquisas desenvolvidas nas áreas da Engenharia Mecânica no estado do Espírito Santo, a fim de que alunos e professores possam apresentar e compartilhar com a comunidade os trabalhos que desenvolvem.

  • Semana Comemorativa dos 50 anos

    novembro 16, 2016 – novembro 18, 2016

    Semana de comemoração de 50 anos do Curso Engenharia Mecânica na UFES.

I SENAVI - Seminário Nacional de Acidentes e Violência: Promoção, prevenção e assistência em debate

Os acidentes e violências representam um grave problema de saúde pública. Esses agravos podem comprometer o bem-estar, a integridade física, psicológica e o direito ao pleno desenvolvimento de quem a vivencia. Desta forma, a Universidade tem um importante papel na criação de espaços que propiciem o debate e a visibilidade da temática, contribuindo com a divulgação de produção científica e a geração de conhecimentos para os diversos agentes que atuam na área (segurança, saúde, educação, assistência social, justiça, entre outros). Nesse contexto, o Laboratório de Estudos Sobre Violência, Saúde e Acidentes (LAVISA), coordenado pela Dra. Franciele Marabotti Costa Leite e o Programa de Pós-graduação em Enfermagem (PPGENF) da Universidade Federal do Espírito Santo, organizam o primeiro evento no Espírito Santo que possibilitará, exclusivamente, a discussão desses temas de grande relevância para a saúde pública, os acidentes e violência, que dentre as causas externas correspondem as importantes causas de mortalidade no Estado.

  • I Seminário Nacional de Acidentes e Violências

Congresso Nacional de Estudos Linguísticos

O Programa de Pós-graduação em Linguística, do Centro de Ciências Humanas e Naturais, da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). O congresso é composto por conferências, mesas-redondas, sessões de comunicações coordenadas, painéis e mini-cursos e aborda as seguintes áreas temáticas: Fonética e Fonologia, Morfologia, Sintaxe, Funcionalismo, Lexicografia, Linguística Computacional, Sociolinguística e Dialetologia, Análise do Discurso, Cognição, Estudos de Tradução, Linguística Aplicada em primeira e segunda língua (L1 e L2), Linguística textual, Pragmática, Semântica e Semiótica.

  • IV CONGRESSO NACIONAL DE ESTUDOS LINGUÍSTICOS - IV CONEL

    novembro 16, 2017 – novembro 17, 2017

    O Programa de Pós-graduação em Linguística, do Centro de Ciências Humanas e Naturais, da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), promoverá, entre 16 e 17 de novembro de 2017, o IV Congresso Nacional de Estudos Linguísticos (IVCONEL).

     

    Programação IV CONEL

    Língua, discurso e política: desafios contemporâneos

    16/11/2017 – Quinta-feira

    9:00 e 18:00 – Credenciamento e entrega de material

    10:00 – 11:00 – Abertura Oficial

    10:30 – 12:00 – Conferência de abertura: O gênero cartaz de protesto -Profa. Dra. Vera Menezes e Paiva (UFMG)

     

    12:00 -14:00- Almoço

     

    14:00 – 16:00- Comunicações 1

    16:00 – 16:30- Coffee break

     

    16:30 – 18:30- Minicursos

    I- Fonologia de Laboratório – Profa. Dra. Thaís Cristófaro Alves da Silva (UFMG)

    II- Quadrinhos, educação e cidadania - Wendell L. Taboas (Ministério Público do Trabalho-ES)

    III- Política linguística e internacionalização: repensando o panorama das universidades brasileiras - Profa. Dra. Denise Martins de Abreu-e-Lima(MEC/SESU)

    IV- Metodologia de Busca na Internet para pesquisadores: estratégias e ferramentas para gerenciamento bibliográfico e coleta de dados - Prof. Dr. Lafayette Batista Melo (IFPB- Instituto Federal da Paraíba)

    V- Problematizando a Formação de Professores no Brasil: possibilidades e perspectivas - Profa. Dra. Andréa Machado de Almeida Mattos (UFMG)

    VI -Como reunir dados linguísticos cientificamente – Prof. Dr. Eric Laporte (Universidade Paris-Est Marne-la-Vallée da França)

    VII- Mediando e construindo pontes entre conceitos cotidianos e científicos no enfrentamento de dilemas de sala de aula: uma perspectiva sociocultural à formação docente.- Profa. Dra. Adriana Kuerten Dellagnelo - UFSC

     

    19:00 – 21:00-  Lançamento / Coquetel e Pôsteres

    17/11/2017 – Sexta-feira

    8:00 e 17:00- Credenciamento

    08:00 – 10:00- Comunicações 2

    10:00 – 10:30- Coffee break

    10:30 – 12:30- Sessões Coordenadas

     

    12:30 – 14:00- Almoço

     

    14:00 – 16:00- Mesas-redondas

     

    Mesa 1: Teorias linguísticas e sociedade (Prof. Dr. Alexsandro  Rodrigues Meireles (UFES), Profa. Dra. Lúcia Helena Peyroton Rocha  (UFES), Profa. Dra. Edenize Ponzo Peres  (UFES), Profa. Dra. Thaís Cristófaro Alves da Silva  (UFMG))

    Mesa 2: Ética e discurso (Prof. Dr.Sírio Possenti (Unicamp), Prof. Dr. Roberto Leiser Baronas (UFSCar), Profa. Dra. Júlia Almeida (UFES))

    Mesa 3: Acolhendo a experiência na formação de professores (Profa. Dra. Laura Stella Miccoli (UFMG), Profa. Dra. Mariney Pereira Conceição (UnB), Profa. Dra. Maria Raquel de Andrade Bambirra (CEFET-MG))

    Mesa 4: Letramentos, pesquisa e ensino (Profa. Dra. Andrea Mattos (UFMG), Prof. Dr. Daniel Ferraz (UFES), Profa. Dra. Cláudia Kawachi  (UFES), Profa. Dra. Janayna Casotti (UFES), Prof. Dr. Roberto Perobelli (UFES))

     

    16:00 – 16-30- Coffee Break

     

    16:30 – 18:30- Mesas-redondas

    Mesa 5: Pragmática (Profa. Dra. Dina Maria Martins Ferreira (UECE), Profa. Dra. Maria da Penha Pereira Lins (UFES) e Prof. Me. Patrick Rezende (PUC - Rio))

    Mesa 6: Percursos da Linguística Aplicada (Profa. Dra. Vera Lucia Menezes de Oliveira e Paiva (UFMG), Profa. Dra. Christine Siqueira Nicolaides (UFRJ), Prof. Dr.Rogério Casanovas Tílio (UFRJ))

    Mesa 7: Os estudos bakhtinianos e o ensino de língua portuguesa no Brasil.   (Prof. Dr. Luciano Novaes Vidon  (UFES) , Profa. Dra. Ana Zandwais (UFRGS), Prof. Dr. Vanildo Stieg (UFES); Profa. Dra. Sandra Mara Moraes Lima (Unifesp))

    Mesa 8: Conflitos sociais e emoções no discurso jurídico e na mídia (Profa. Dra. Micheline Mattedi Tomazi (UFES),  Prof. Dr. Júlio César Pompeu (UFES/PPGDIR)  Profa. Dra. Anahy Zamblano (UPE/PPGL/PROFLETRAS), Prof. Dr. Mario Acrisio Alves Jr. (UFES/FAPES))

     

     

     

    18:30 – 20:00-Conferência de Encerramento

    Lingua(gem) e Política: duas irmãs xifópagas que andam se desentendendo uma com a outra –  Prof. Dr. Kanavillil Rajagopalan (Unicamp)

     

     

  • II Congresso Nacional de Estudos Linguísticos - II CONEL

    outubro 24, 2013 – outubro 25, 2013

    O Programa de Pós-graduação em Linguística, do Centro de Ciências Humanas e Naturais, da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), promoverá, entre 24 e 25 de outubro de 2013, o II Congresso Nacional de Estudos Linguísticos (II CONEL).

  • I Congresso Nacional de Estudos Linguísticos - I CONEL

    dezembro 1, 2011 – dezembro 21, 2011

    O Programa de Pós-graduação em Linguística, do Centro de Ciências Humanas e Naturais, da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), promoverá, entre 18 e 21 de outubro, o I Congresso Nacional de Estudos Linguísticos (I CONEL).

Conferência NTI

Conferência NTI

  • NTI 2017

Simpósio Nacional sobre Linguagem Humorística

III Simpósio Nacional sobre Linguagem Humorística


Período: 23 a 25 de novembro de 2016
Local: Universidade Federal do Espírito Santo- Vitória-ES

Promoção: NETED ( Núcleo de Estudos sobre Texto e Discurso)
PPGEL (Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos)

Apoio: PROEX (Pró-Reitoria de Extensão/UFES)
PRPPG (Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação/UFES)
CLC (Cursos de Línguas para a Comunidade)
DLL (Departamento de Língua e Letras/ CCHN/UFES)
FAPES (Fundação de apoio à pesquisa do Espírito Santo)


Objetivos:
- Divulgar pesquisas relacionadas ao estudo de textos em quadrinhos sob diferentes abordagens teóricas;
- Ampliar espaços interdisciplinares, voltados para a discussão, o estudo e a pesquisa de textos construidos a partir da linguagem dos quadrinhos.
- Desenvolver atividades com utilização dos mais variados textos em quadrinhos, em apoio ao ensino, dirigidas a professores do ensino fundamental e médio, a estudantes de graduação, a outras instituições de educação formal e informal.


Organização:
Profª Drª Maria da Penha Pereira Lins (Coordenadora)

Profª Ms. Mônica Lopes Smiderle de Oliveira

Prof. Dr. Rivaldo Capistrano de S. Junior

Bharbara Bonelle de Sousa

Mayra Duarte Figueira

 

 

 

  • III Simposio Nacional sobre Linguagem Humorística

Congresso Nacional da Associação Nacional dos Professores em Direito Ambiental

A Associação dos Professores de Direito Ambiental do Brasil - APRODAB, foi criada em junho de 2003 com a finalidade de implementar o ensino obrigatório do Direito Ambiental como disciplina autônoma nos cursos de graduação de todas as faculdades de Direito do país e velar pela sua qualidade, realizou no mês de setembro do mesmo ano o seu 1º Congresso Nacional, na cidade de Florianópolis - SC e este ano realizará o 14º Congresso brasileiro do magistério Superior de Direito Ambiental, que acontecerá em Vitória - ES no período de 27 a 29 de outubro de 2016, contará com a participação de mais de 50 professores de Direito Ambiental de todo o país.

  • 14º Congresso Nacional da Associação Nacional dos Professores em Direito Ambiental

    outubro 27, 2016 – outubro 29, 2016

    A Associação dos Professores de Direito Ambiental do Brasil - APRODAB, foi criada em junho de 2003 com a finalidade de implementar o ensino obrigatório do Direito Ambiental como disciplina autônoma nos cursos de graduação de todas as faculdades de Direito do país e velar pela sua qualidade, realizou no mês de setembro do mesmo ano o seu 1º Congresso Nacional, na cidade de Florianópolis - SC e este ano realizará o 14º Congresso brasileiro do magistério Superior de Direito Ambiental, que acontecerá em Vitória - ES no período de 27 a 29 de outubro de 2016, contará com a participação de mais de 50 professores de Direito Ambiental de todo o país.

CIPGP - Congresso Internacional de Políticas e Gestão Pública

  • I CIPGP - I Congresso Internacional de Políticas e Gestão Pública: Práticas e Desafios

    novembro 28, 2016 – novembro 30, 2016

Seminário de Ciências Sociais PGCS-UFES

Seminário de Ciências Sociais PGCS-UFES

  • Seminário de Ciências Sociais PGCS-UFES - Vol. 1, 2017

  • Seminário de Ciências Sociais PGCS-UFES - Vol. 1, 2016

    agosto 10, 2016 – agosto 12, 2016

    O Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UFES realiza seu primeiro Seminário de Ciências Sociais PGCS UFES (I SCS) e apresenta aqui dados básicos sobre o evento, tais como datas, locais, programação, etc. Leia as informações adiante e entre em contato para sanar qualquer dúvida (pelo e-seminariopgcs@gmail.com). Participe.


II Seminário de Contadores de Histórias

II Seminário de Contadores de Histórias - A arte e a educação

19 e 20 de Outubro de 2016  -  08:00 às 18:00 h.

UFES

  • II Seminário de Contadores de Histórias

    julho 14, 2016 – julho 15, 2016

Mostra Científica do Curso de Fisioterapia

Mostra Científica do Curso de Fisioterapia

  • I Mostra Científica do Curso de Fisioterapia

    junho 28, 2016 – junho 28, 2016

XI Conferência Brasileira de Mídia Cidadã: mídias, cidadania e direitos humanos

As conferências brasileiras de Mídia Cidadã são uma iniciativa da Cátedra Unesco/Metodista de Comunicação para o Desenvolvimento Regional que visam reunir pesquisadores, militantes de movimentos sociais, estudantes de Comunicação, profissionais de mídia, comunicadores comunitários, empresas de comunicação, entidades governamentais e demais representantes da sociedade civil para dialogarem sobre o papel dos meios de comunicação na promoção da cidadania e dos direitos humanos; a participação das diversidades como sujeitos ativos no espaço midiático; o reconhecimento e a efetivação da comunicação como direito humano; ou seja uma ação indispensável para a concretização de uma sociedade que supere a democracia representativa e construa as bases de uma democracia participativa.

Os eixos temáticos XI Conferência Brasileira de Mídia Cidadã serão:

a) Mídias e cidadania;
b) Mídias contra e para os direitos humanos;
c) Direito humano à comunicação: conceitos, práticas e regulação; e
d) Redes sociais e mídias alternativas.

  • XI Conferência Brasileira de Mídia Cidadã: mídias, cidadania e direitos humanos

    outubro 17, 2016 – outubro 19, 2016

    Mídia Cidadã 2016
    Agora é a vez de Vitória receber a XI Conferência Brasileira de Mídia Cidadã, a ser realizada entre os dias 17 e 19 de outubro de 2016 no campus de Goiabeiras da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), no âmbito das atividades da Semana Estadual de Ciência e Tecnologia. A organização local está sob a responsabilidade do Observatório da Mídia: direitos humanos, políticas, sistemas e transparência, grupo de pesquisa e ação vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Territorialidades da Ufes.
    O tema escolhido para a Conferência de 2016 foi "Mídia, cidadania e direitos humanos", partindo do princípio defendido pelo Observatório da Mídia de que o principal ator social do processo comunicacional - o cidadão - sempre esteve alijado do espaço público midiatizado, apesar do potencial emancipador que os meios de comunicação podem oferecer, desde que apropriadamente incorporados, não apenas como utensílios de consumo, mas como meios de/para um efetivo empoderamento social.

    A Rede Brasileira de Mídia Cidadã confiou ao Observatório da Mídia o desafio de organizar um evento em reconhecimento às ações que já vem realizando desde 2006, inclusive com a VI edição da Conferência, no Recife, sobretudo na defesa e na promoção dos direitos humanos nos conteúdos midiáticos e nas fundamentações conceituais quanto ao controle social e à democratização da mídia no país.

I Seminário do Coletivo Capixaba de Promoção da Saúde (I SCCPS)

Eixos Temáticos:

  1. Desenvolvimento Rural Sustentável
  2. Ambientes e territórios saudáveis
  3. Produção de Saúde e Cuidado
  4. Comunicação e Saúde

26 e 27 de Abril de 2016

Auditório CCJE- UFES

Gratuito e Vagas Limitadas

Submissões de trabalhos: coletivocapixabaps@gmail.com (Acessar página inicial da conferência para detalhes)

  • I Seminário do Coletivo Capixaba de Promoção da Saúde

    abril 26, 2016 – abril 27, 2016

    O I Seminário do Coletivo Capixaba de Promoção da Saúde que ocorrerá nos dias 26 e 27 de abril no Auditório do CCJE- UFES, em Vitória – ES.

    A temática abordará os crescentes apelos para que todos os níveis sociais atuem sobre os determinantes sociais da saúde de modo que os impactos sobre a saúde e a equidade se façam sentir em nível nacional e também localmente em nossos bairros e comunidades.

    O Coletivo Capixaba de Promoção da Saúde busca contribuir também com a divulgação e fortalecimento da 22ª Conferência Mundial de Promoção da Saúde da UIPES acontecerá em Curitiba em maio, cujo objetivo é criar um fórum global onde o movimento social, pesquisadores, profissionais e formuladores de políticas envolvidos e comprometidos com a promoção de saúde e equidade poderão compartilhar e discutir novos conhecimentos, práticas e políticas inovadoras, além das experiências mais avançadas neste campo do conhecimento.  Vários profissionais de saúde, gestores e outros atores sociais do estado do Espírito Santo enviaram trabalhos importantes e nós queremos dar visibilidade a isso, trocar experiências e fortalecer o estado.

     

    Eixos Temáticos:

    1. Desenvolvimento Sustentável
    2. Ambientes e territórios saudáveis
    3. Produção de Saúde e Cuidado
    4. Comunicação e Saúde

    26 e 27 de abril

    CRONOGRAMA:

    26/04 9hrs: Mesa de abertura com solenidades

    10hs às 12:30 Mesa sobre Desenvolvimento Rural Sustentável

    A mesa PROMOÇÃO DA SAÚDE E DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL vai discutir a ideia de sustentabilidade que já aparece na matriz de avaliação da Política Nacional de Promoção da Saúde como um dos seus grandes desafios.  Desde sua origem, nos meados dos anos 1990, as propostas de desenvolvimento sustentável e ecodesenvolvimento vêm questionando a visão desenvolvimentista moderna com base no monismo econômico e no desenvolvimento urbano industrial. Tais propostas passam a incorporar os âmbitos social, ambiental e cultural e a discutir a separação entre os meios rural e urbano. Dessa forma, as ações sustentáveis implicam necessariamente perspectivas e diálogos intersetoriais.
    Essa mesa tem como foco a discussão que envolve o desenvolvimento rural sustentável que na ótica da PS tem como objetivo central dignificar e promover qualidade de vida para minorias que vivem no meio rural (agricultores, quilombolas, ribeirinhas, pescadores, indígenas, entre outras). A mesa também se propõe a discutir os sistemas agroalimentares sustentáveis e suas repercussões positivas sobre a saúde humana e ambiental; a trabalhar com o conceito de saúde social, seus determinantes e condicionantes, implícito na proposta da Agroecologia e da Agricultura Familiar; e a discutir o rural como legitimo espaço de promoção de saúde

    26/04 14hrs: Ambientes e territórios saudáveis: Movimentos urbanos

    Ambientes e territórios saudáveis: fundamenta-se naconcepçãode ambientes e territórios de vida e de trabalho das pessoas e das coletividades, com oportunidades de inclusão da promoção da saúde nas ações e atividades desenvolvidas, de maneira participativa e dialógica. Os ambientes e territórios saudáveis buscam na prática, de modo contínuo, a melhoria do ambiente físico e socialcom os recursos da comunidade, podendo envolver desde um projeto de gestão para um município até ações locais em bairros, comunidades e territórios tradicionais.Os mais diversos temas podem ser abordados de acordo com a priorização do território, desde saneamento, economia solidária, cultura da paz, mobilidade urbana e educação tradicional.Nestes temas é essencial a participação social, a intersetorialidade, a equidade, a gestão democrática, a sustentabilidade, a corresponsabilidade para que todos os envolvidos possam elaborar estratégias, ações, planos, projetos de município, território e comunidade mais saudáveis.

    27/04 9hrs: Mesa sobre Produção de saúde e cuidado

    É importante incorporar o tema na lógica de redes intersetoriais que favoreçam práticas de cuidado humanizadas, pautadas nas necessidades locais, que reforcem a ação comunitária, a participação e o controle social e que promovam o reconhecimento e o diálogo entre as diversas formas do saber (populares, tradicionais e científicos), construindo práticas e serviços pautados na integralidade do cuidado e da saúde. Vincula o tema à uma concepção de saúde ampliada, considerando o papel e a organização dos diferentes setores e atores que, de forma integrada e articulada por meio de objetivos comuns, atuem na elaboração de políticas públicas saudáveis; Aborda o tema da “Saúde em Todas as Políticas”

    27/04 14hrs: Mesa sobre Comunicação e Saúde: Estratégias para promoção a saúde

    O campo da Comunicação e Saúde abrange conhecimentos da Comunicação e conhecimentos da Saúde Coletiva, potencializados por meio de uma discussão interdisciplinar e crítica da influência dos meios de comunicação na saúde das coletividades. Esse campo é entendido como um espaço de múltiplas dimensões, sendo objeto de reflexão nos espaços acadêmicos, nos serviços de saúde e na sociedade em geral, constituindo um promissor campo do conhecimento no Espírito Santo e no Brasil. Entretanto, para que a Comunicação e Saúde cumpra seu objetivo, é preciso que profissionais, acadêmicos e cidadãos estejam envolvidos em um permanente processo de diálogo e de conhecimento mútuo, para que, a partir dos saberes/práticas de todos, se fortaleça e consolide o SUS, como política pública prioritária e cidadã.

    Assim sendo, essa mesa visa discutir a construção do campo da Comunicação e Saúde no Espírito Santo, através das atividades de pesquisa e produção/distribuição de audiovisuais, bem como das atividades de leitura crítica da mídia, a fim de promover a promoção da saúde e o desenvolvimento do SUS.


    APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS

    A proposta da apresentação de trabalhos no I SCCPS é identificar e reunir experiências estaduais sobre o tema da Promoção da Saúde, para isto este primeiro seminário irá discutir os trabalhos já aprovados para 22ª Conferência Mundial de Saúde. Desta forma, trabalhos de participantes do Estado do Espírito Santo e com contextos deste estado.

    Portanto, para submissões serão necessários:

    1- Comprovante de aprovação do resumo, que é encontrado no site do evento: http://www.iuhpeconference2016.com/.

    2- Resumo na íntegra, seguindo as regras de submissão da 22ª Conferencia Mundial de Saúde.

    3-O apresentador que submeter o resumo deve indicar claramente o âmbito temático e as palavras-chaves do trabalho.  Os resumos serão agrupados de acordo com o conteúdo

    4-Todos os responsáveis pelos trabalhos terão oportunidade de fazer uma apresentação oral (10 minutos de apresentação e 5 minutos para questões e arguições).

    5- O envio do resumo deve ser para o email: coletivocapixabaps@gmail.com Todos os emails devem ter no Assunto: Submissão de Resumo. Os arquivos devem conter o Título do Trabalho; Autores; Resumo na Integra; e Palavras-Chaves.

     

     

     

     

    APOIO:

    Programas de Pós Graduação em Saúde Coletiva (PPGSC- UFES)

    Laboratório de Projetos em Saúde Coletiva (UFES)

    Secretaria de Estado da Saúde (ES)

    Prefeitura Municipal de Vitória (PMV)

     

Simpósio de Música e Filosofia – UFES

I Simpósio de Música e Filosofia – UFES / simpomus

Música, pensamento e Linguagens: sentidos de aproximação.

 

Vitória – UFES – 07 e 08 de Novembro de 2016

 

Eixos Temáticos:

  • Música e Filosofia.
  • Música e Psicanálise.
  • Música e Linguagens.
  • Estruturação e análise do pensamento musical.

Convidados

Prof. Dr. Ernesto Hartmann (UFES)

Prof. Dr. Gaspar Leal Paz (UFES)

Prof. Dr. Flavio Terrigno Barbeitas (UFMG)

Professora Drª Bianca Coutinho Dias (RJ)

Professora Drª Lia Vera Tomás (UNESP)

Professora Drª Katia Kato (UNICAMP)

Prof. Dr. Paulo J. M. Pinheiro (UNIRIO)

Prof. Dr. Paulo Lisboa Proença (RJ)

Prof. Dr. Paulo M. Kühl (UNICAMP)

Prof. Dr. Ricardo Luiz Silveira da Costa (UFES)

Prof. Dr. Ubirajara Rancan de Azevedo Marques (UNESP)

Programação

 

Programação do I Simpósio de Música e Filosofia – UFES

 

07/11/2016

08/11/2016

08:30

Abertura

 

09:00

Mesa I

Mesa II

11:30

Debate com os conferencistas

Debate com os conferencistas

12:30

Almoço

Almoço

14:00

Comunicações

Comunicações

17:00

Café

Café

18:00

Concerto

Concerto

19:00

Lançamento de livros e CDs

Lançamento de livros e CDs

 


  • I Simpósio de Música e Filosofia – UFES

    I Simpósio de Música e Filosofia – UFES / simpomus

    Música, pensamento e Linguagens: sentidos de aproximação.

3º Encontro Nacional de Pesquisa em História da Educação Matemática

3º Encontro Nacional de Pesquisa em História da Educação Matemática

  • 3º Encontro Nacional de Pesquisa em História da Educação Matemática

    outubro 31, 2016 – novembro 2, 2016

    O 3º ENAPHEM dá continuidade ao debate, discussão e divulgação dos estudos sobre história da educação matemática no Brasil. O evento tem como antecessores o 1o. Encontro Nacional de Pesquisa em História da Educação Matemática – 1º ENAPHEM –, realizado em novembro de 2012, na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, UESB, em Vitória da Conquista. A ele seguiu-se o 2º ENAPHEM, realizado em Bauru, estado de São Paulo, entre os dias 31/10 e 1 e 2/11 de 2014, tendo como mote “Fontes, temas, metodologias e teorias: a diversidade na escrita da História da Educação Matemática no Brasil”. O 3º ENAPHEM é continuação desse movimento de encontro de pesquisadores a refletirem sobre as pesquisas na área. O tema em destaque do 3º ENAPHEM é “História da educação matemática e formação de professores”. Espera-se que haja uma quantidade significativa de propostas sobre o papel da história da educação matemática na formação de professores. Será aceito para o Encontro, no entanto, todo e qualquer texto cuja natureza evoque a história da educação matemática.

    CLIQUE AQUI PARA OBTER INFORMAÇÕES SOBRE O TRANSLADO (VITÓRIA - SÃO MATEUS - VITÓRIA)

    Conheça São Mateus

I Semana Universitária de Direitos Humanos

2 a 10 de dezembro de 2015 | Universidade Federal do Espírito Santo

 

  • I Semana Universitária de Direitos Humanos

SEMINÁRIO DIREITOS HUMANOS E SISTEMAS DE JUSTIÇA: RESPONSABILIDADES EM DEBATES

O “Seminário Direitos Humanos e Justiça Criminal: responsabilidades em debate” ocorre como lançamento do Observatório de Direitos Humanos e Justiça Criminal do Espírito Santo (ODHES). A proposta deriva do Termo de Cooperação entre a Universidade Federal do Espírito Santo e o Ministério da Saúde, que trata da situação de acesso à saúde no sistema prisional. Para realização deste seminário contamos com a presença de autoridades e pesquisadores de diversas áreas com experiência e reconhecimento em suas especialidades.

 

O objetivo do ODHES é diagnosticar, testemunhar e prevenir a violência institucional contra a população privada de liberdade, ou seja, que se encontra sob tutela estatal, ou seus derivativos, por decisão do sistema de justiça criminal. Em paralelo, trata-se de tornar visível o quadro dessas violências, a partir do princípio inalienável da inviolabilidade dos direitos da pessoa humana, segundo tratados internacionais dos quais o Estado brasileiro é signatário. Desta maneira, pretende-se produzir pesquisas, relatórios e documentos que apontem atuações violadoras direta e/ou indiretamente dessa cidadania internacional proclamada pela Declaração Universal dos Direitos Humanos, de 1948.

 

O Observatório vem agregar os grupos e entidades já existentes para, conjuntamente, sistematizar, produzir dados científicos e análises críticas que viabilizem a garantia dos direitos das pessoas privadas de liberdade à mercê de formas distintas de violência institucional. Este é o trabalho urgente que se abre com a realização deste “Seminário Direitos Humanos e Justiça Criminal: responsabilidades em debate” e a fundação do ODHES que desde já inicia seus trabalhos com os Grupos de Trabalho temáticos e seus pesquisadores associados no estado do Espírito Santo e com parceiros em todo Brasil por meio da Rede Nacional Observatórios de Direitos Humanos.

  • Seminário Direitos Humanos e Sistemas de Justiça: Responsabilidades em debates

    dezembro 2, 2015 – dezembro 5, 2015

    O “Seminário Direitos Humanos e Justiça Criminal: responsabilidades em debate” ocorre como lançamento do Observatório de Direitos Humanos e Justiça Criminal do Espírito Santo (ODHES). A proposta deriva do Termo de Cooperação entre a Universidade Federal do Espírito Santo e o Ministério da Saúde, que trata da situação de acesso à saúde no sistema prisional. Para realização deste seminário contamos com a presença de autoridades e pesquisadores de diversas áreas com experiência e reconhecimento em suas especialidades.

    O objetivo do ODHES é diagnosticar, testemunhar e prevenir a violência institucional contra a população privada de liberdade, ou seja, que se encontra sob tutela estatal, ou seus derivativos, por decisão do sistema de justiça criminal. Em paralelo, trata-se de tornar visível o quadro dessas violências, a partir do princípio inalienável da inviolabilidade dos direitos da pessoa humana, segundo tratados internacionais dos quais o Estado brasileiro é signatário. Desta maneira, pretende-se produzir pesquisas, relatórios e documentos que apontem atuações violadoras direta e/ou indiretamente dessa cidadania internacional proclamada pela Declaração Universal dos Direitos Humanos, de 1948.

    O Observatório vem agregar os grupos e entidades já existentes para, conjuntamente, sistematizar, produzir dados científicos e análises críticas que viabilizem a garantia dos direitos das pessoas privadas de liberdade à mercê de formas distintas de violência institucional. Este é o trabalho urgente que se abre com a realização deste “Seminário Direitos Humanos e Justiça Criminal: responsabilidades em debate” e a fundação do ODHES que desde já inicia seus trabalhos com os Grupos de Trabalho temáticos e seus pesquisadores associados no estado do Espírito Santo e com parceiros em todo Brasil por meio da Rede Nacional Observatórios de Direitos Humanos.

II Seminário de Comunicação e Territorialidades

O II Seminário de Comunicação e Territorialidades acontece de 4 a 6 de novembro de 2015 no Centro de Artes da UFES. É promovido pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Territorialidades. A edição deste ano será destinada à apresentação das pesquisas dos mestrandos do PÓSCOM e de seus docentes. Todas as atividades são abertas ao público.

  • II Seminário de Comunicação e Territorialidades

    novembro 4, 2015 – novembro 6, 2015

    O II Seminário de Comunicação e Territorialidades, promovido pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Territorialidades da UFES (Póscom), tem por finalidade promover debates e reflexões de questões atinentes ao campo da Comunicação e suas contribuições e impactos sobre a constituição e processos de produção das territorialidades contemporâneas. O evento busca explorar aspectos conceituais e contextuais da comunicação na produção das territorialidades, estas entendidas como unicidades formadas a partir da experiências socioeconômica, política e cultural, considerando-se que territórios de quaisquer naturezas se articulam por meio de nexos comunicacionais. A contemporaneidade é resultado de múltiplos movimentos que se dão mais em razão de comunicações midiáticas do que dos deslocamentos físicos. Antigas e novas formas de agregações peculiares se mobilizam em torno da comunicação e expressam seus traços particulares, estabelecendo-se um corpus ainda pouco explorado pela pesquisa em Comunicação. O evento também se propõe a promover  o intercâmbio entre pesquisadores e estudiosos de diversas áreas voltadas para o eixo de dabates proposto, além de promover a integração entre a graduação e a pós graduação em Comunicação e áreas afins.

Seminário Nacional de Educação das Relações Étnicorraciais Brasileiras

VII Seminário Nacional de Educação das Relações Étnicorraciais Brasileiras

  • VII Seminário Nacional de Educação das Relações Étnicorraciais Brasileiras

    outubro 22, 2015 – outubro 23, 2015

    VII Seminário Nacional de Educação das Relações Étnicorraciais Brasileiras

     

    22/10/2015 – As 18h – Com a mesa de Abertura

    18h e 30min – mesa sobre a temática de Ações Afirmativas com os seguintes professores (as): Prof. Dr. Ahyas Siss (UFRRJ) Profª. Drª. Rosimeire dos Santos Brito (UFES) Prof. Dr. Sérgio Pereira dos Santos (UFES) Profª. Drª. Andrea Bayerl Mongim (UFES) -Coordenadora

    23/10/2015 – 09h- Mesa sobre a temática Religiões de Matrizes Africanas, com os seguintes professores (as): Profª. Drª. Cleyde Rodrigues Amorim (UFES) Prof. Dr. Osvaldo Martins de Oliveira (UFES) Prof. Dr. Sandro José da Silva (UFES)

    12h – Almoço

    14h as 17h – Mini-Cursos/oficinas e grupos de trabalho

    18h – Mesa sobre a temática Formação de Professores, com os seguintes professores (as): Profª. Drª. Patricia Gomes Rufino Andrade (UFES) Profª. Ms. Leonor Franco de Araújo (UFES) Profª. Drª. Aissa Afonso Guimarães (UFES) Profª. Drª. Maria Cristina Figueiredo Aguiar Guasti (UFES) – Coordenadora

     

I Seminário de Estudos do Trabalho: Precarização do Trabalho

  • II Seminário de Estudos do Trabalho

  • I Seminário de Estudos do Trabalho

Seminário ECRIAD e a Proteção Especial

O Seminário ECRIAD e a Proteção Especial é uma iniciativa da Pró-Reitoria de Extensão da Ufes em parceria com o Instituto de Atendimento Sócio-Educativo do Espírito Santo, que visa debater questões que envolvam o Estatuto da criança e do Adolescente e a Proteção Especial na perspectiva da educação em Direitos Humanos.

  • Seminário Ecriad E a proteção Especial

    agosto 27, 2015 – agosto 27, 2015

    O Seminário Ecriad e a Proteção Especial traz para debate temas relacionados ao Estatuto da Criança e do Adolescente, Proteção Especial na perspectiva da Educação em Direitos Humanos no Espírito Santo.

Encontro de Economia do Espírito Santo

O Encontro de Economia do Espírito Santo equivale a uma iniciativa conjunta do Conselho Regional de Economia do Espírito Santo (CORECON-ES), do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), FUCAPE business school e do Mestrado em Economia (PPGECO-UFES) e do Departamento de Economia da Universidade Federal do Espírito Santo.

O objetivo geral do evento consiste em reunir economistas e profissionais de áreas afins interessados na realidade econômica brasileira e espírito-santense. Busca-se que a conjugação de pesquisadores, especialmente jovens profissionais, agregue conhecimento sobre a evolução e as perspectivas da economia do Espírito Santo. Trabalhos sobre a economia em geral, em todas as áreas de submissão, são igualmente bem-vindos.

  • VI Encontro de Economia do Espírito Santo

    outubro 19, 2015 – outubro 20, 2015

    O Encontro de Economia do Espírito Santo equivale a uma iniciativa conjunta do Conselho Regional de Economia do Espírito Santo (CORECON-ES), do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), FUCAPEbusiness school e do Mestrado em Economia (PPGECO-UFES) e do Departamento de Economia da Universidade Federal do Espírito Santo.

6° Congresso Brasileiro de Carbono

O 6° Congresso Brasileiro de Carbono - Carbono 2015 tem como objetivo estimular a pesquisa na área de carbono no Brasil, divulgar resultados técnicos na área de materiais de carbono, congregar os diversos grupos de pesquisa existentes no Brasil e no exterior na área de materiais de carbono e estreitar o intercâmbio com instituições de pesquisa nacionais e internacionais.

Inscrição e mais informações:  http://www.carbono.ufes.br/2015

  • Carbono 2015 (6° Congresso Brasileiro de Carbono)

    novembro 24, 2015 – novembro 27, 2015

    O 6° Congresso Brasileiro de Carbono - Carbono 2015 acontecerá em Vitória-ES no período de 24 a 27 de novembro de 2015 (terça a sexta-feira) nas dependências do hotel Comfort Suítes Vitória.

    O Congresso  Carbono 2015 tem como objetivo estimular a pesquisa na área de carbono no Brasil, divulgar resultados técnicos na área de materiais de carbono, congregar os diversos grupos de pesquisa existentes no Brasil e no exterior na área de materiais de carbono e estreitar o intercâmbio com instituições de pesquisa nacionais e internacionais.

    Mais informações:  http://www.carbono.ufes.br/2015

     

GEDIM - Grupo de Estudos Discursivos Midiáticos

Grupo de Estudos Discursivos Midiáticos

  • III Encontro do Grupo de Estudos sobre Discurso Midiático

    outubro 21, 2015 – outubro 22, 2015

Encontro Estadual de Politica e Administração da Educação - ANPAE-ES

ENCONTRO ESTADUAL DE POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO DA EDUCAÇÃO - ANPAE ES

  • IX Encontro ANPAE - ES (2017)

    março 9, 2017 – março 10, 2017

    SOBRE ANPAE - ES

    A Associação Nacional de Política e Administração da Educação (ANPAE) é uma associação civil de utilidade pública e natureza acadêmica no campo da política e da gestão da educação, que congrega pesquisadores, docentes e estudantes de educação superior; dirigentes e técnicos dos sistemas de ensino; professores, diretores de escolas e outros espaços sociais de educação
    e formação cidadã. Fundada em 1961 por pesquisadores de administração escolar e educação comparada, a ANPAE se consolidou, ao longo das décadas, como entidade importante da sociedade civil organizada no campo das políticas públicas de educação.

    A missão da ANPAE é lutar pelo efetivo exercício do direito à educação de qualidade para todos, assegurado ao longo da vida, através de sua participação na formulação e execução de políticas públicas de educação e na concepção e adoção de práticas de gestão democrática, alicerçadas nos valores da justiça social, da liberdade e da igualdade de direitos e deveres na educação e na sociedade.

    A ANPAE tem por objetivos promover a prática associativa e a formação profi­ssional de professores e dirigentes educacionais; fomentar a cooperação e o intercâmbio entre associações e organizações nacionais e internacionais de educação e desenvolvimento humano; e incentivar a pesquisa cientí­fica e a socialização de estudos e experiências inovadoras no campo da política e da gestão da educação e seus processos de planejamento e avaliação.

     

    Assim no nosso IX ENCONTRO ESTADUAL DE POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO DA EDUCAÇÃO  - ANPAE/ES que se realizará entre os dias 09 e 10 de fevereiro de 2017 na cidade de Vitória, terá como norte da discussão, refletir sobre "Políticas e Organização da Educação: Cenários e Vozes em Disputa".

  • VIII Encontro Estadual de Politica e Administração da Educação - ANPAE-ES

    março 12, 2015 – março 13, 2015

    Sobre a ANPAE

    A Associação Nacional de Política e Administração da Educação (ANPAE) é uma associação civil de utilidade pública e natureza acadêmica no campo da política e da gestão da educação, que congrega pesquisadores, docentes e estudantes de educação superior; dirigentes e técnicos dos sistemas de ensino; e professores e diretores de escolas e outros espaços sociais de educação e formação cidadã. Fundada em 1961 por professores universitários de administração escolar e educação comparada, a ANPAE se consolidou, ao longo das décadas, como entidade importante da sociedade civil organizada no campo das políticas públicas de educação.

    A missão da ANPAE é lutar pelo efetivo exercício do direito à educação de qualidade para todos, assegurada ao longo da vida, através de sua participação na formulação e execução de políticas públicas de educação e na concepção e adoção de práticas de gestão democrática, alicerçadas nos valores da justiça social, da liberdade e da igualdade de direitos e deveres na educação e na sociedade.

    A ANPAE tem por objetivos promover a prática associativa e a formação profissional de professores e dirigentes educacionais; fomentar a cooperação e o intercâmbio entre associações e organizações nacionais e internacionais de educação e desenvolvimento humano; e incentivar a pesquisa científica e a socialização de estudos e experiências inovadoras no campo da política e da gestão da educação e seus processos de planejamento e avaliação.

     

Workshop Internacional em Tecnologias Assistivas

Atenção: O website oficial da conferência mudou para:

www.iwatufes.com

O Workshop Internacional em Tecnologias Assistivas (www.iwatufes.com) do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia será realizado de 02 a 06 de Fevereiro de 2015, no Auditório LabPetro da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), em Vitória.

COMISSÃO ORGANIZADORA

A Comissão Organizadora está composta por professores e alunos do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica e Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia da UFES.

Organizadores:

  • Teodiano Freire Bastos Filho (Coordenador Geral)
  • Anselmo Frizera Neto
  • Eliete Maria De Oliveira Caldeira
  • André Ferreira

  • Workshop em Tecnologias Assistivas

    fevereiro 2, 2015 – fevereiro 6, 2015

Conference in Ring Theory a meeting to celebrate the 60th birthday of Eduardo Marcos.

December 1st, 2014 - December 5th, 2014

  • dezembro 1, 2014 – dezembro 5, 2014

I Congresso Internacional e o XVI Nacional Modernismo e Marxismo em época de literatura pós-autônoma

O XVI Congresso Nacional e o I Internacional de Estudos Literários do Programa de Pós-Graduação em Letras (XV CEL/PPGL) será realizado nos dias 27 e 28 de Novembro de 2014, na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), em Vitória. Em sua nova edição, trará o tema Modernismo e Marxismo em época de pós-autonomia literária.

 

Organizadores:

Junia Mattos (UFES)

Jurema de Oliveira (UFES)

Luis Eustáquio Soares (UFES)

 

Local e período de realização: auditório do Centro de Educação da Universidade Federal do Espírito Santo (CE/UFES), no IC-4, prédio de Letras (Bernadete Lyra) e salas do IC-3.

Período: 27 e 28 de Novembro de 2014

 

 

Fórum 2014 de Leitura

Objetivo Geral:

A RELer&fazer - Rede de Experiências em Leitura tem como fundamental objetivo contribuir com a sociedade na formação de leitores.

 

Objetivos Específicos:
  • aproximar a universidade com o cotidiano dos meios urbanos;
  • despertar e estimular o interesse pela leitura;
  • aproximar a universidade e a Escola Básica;
  • proporcionar desafios aos estudantes no campo da leitura;
  • formar recursos humanos com interesse em leitura.

  • Fórum 2014 de Leitura

I Seminário Chuvas no Espírito Santo

  • I Seminário Chuvas no ES

    maio 13, 2014 – maio 15, 2014

    O I Seminário Chuvas no Espírito Santo é fruto de uma parceria entre a Univerisdade Federal do Espírito Santo e a Assembleia Legislativa do Estado e tem como objetivo discuitr propostas que visam dirimir os impactos causados pelas chuvas no Estado.

Quinto Workshop em Música Ubíqua (V UbiMus): Das Artes Digitais à Música Ubíqua

O Quinto Workshop em Música Ubíqua acontecerá na Universidade Federal de Espírito Santo (UFES), do 29 de outubro ao 1 de novembro de 2014. Pesquisadores interessados nas artes digitais e na música ubíqua são convidados a compartilhar propostas, resultados iniciais e projetos de pesquisa concluídos. Os anais serão publicados em português e inglês. Artigos selecionados formarão parte do volume especial da revista Journal of Cases on Information Technology dedicado às práticas criativas em tecnologia da informação.


Encontro Nacional de Ensino de Paisagismo

Encontro Nacional de Ensino de Paisagismo em Escolas de Arquitetura e Urbanismo no Brasil

  • XII Encontro Nacional de Ensino de Paisagismo

    agosto 17, 2014 – agosto 20, 2014

Petroufes

Evento anual cuja primeira edição foi em 2010. Conta com a participação da Diretoria do cappítulo estudantil SPE Ufes.

  • 8 Petroufes

    março 21, 2017 – março 24, 2017

    8 Petroufes a ser realizadas nos dias 21 a 24 de março de 2017

  • 7 Petroufes

    outubro 7, 2016 – outubro 8, 2016

    Descrição da Conferência Agendada

  • 6 Petroufes

    abril 14, 2015 – abril 17, 2015
  • 5 Petroufes

CONGRESSO DA ABRAPEM - PERFORMANCE MUSICAL E CRIATIVIDADE

  • 2º CONGRESSO DA ABRAPEM - PERFORMANCE MUSICAL E CRIATIVIDADE

Seminário Nacional de Educação, Diversidade Sexual e Direitos Humanos

  • III Seminário Nacional de Educação, Diversidade Sexual e Direitos Humanos

    julho 29, 2014 – julho 31, 2014

    O III Seminário Nacional de Educação, Diversidade Sexual e Direitos Humanos, da Universidade Federal do Espírito Santo, busca por meio de diferentes experiências acadêmicas, artísticas e políticas, compreender de que forma os discursos e as políticas dos Direitos Humanos se organiza no campo da educação e da vida pública com direitos no que diz respeito à inclusão e permanência da população LGBTTTI na escola e em outros espaços públicos, como os da saúde e da assistência, ainda marcados por violências, negações, silenciamentos, exclusões, epistemicídios e mortícidios. Para este seminário serão realizados: 1) mesas redondas com pesquisadores da área da sexualidade, da educação, da saúde, da comunicação, das políticas públicas e dos direitos humanos; 2) conferência de abertura abordando “práticas, políticas, saúde e saberes trans”; 3) apresentação de trabalhos “comunicação oral” desenvolvidos e em andamentos por graduandos, pós-graduandos, pesquisadores e gestores de políticas públicas envolvidos com a temática.

Encontro Internacional de História: Memórias, Traumas e Rupturas

O evento é resultado do Edital 8 de Fomento à Internacionalização dos Programas de Pós-Graduação da UFES.Para o estreitamento dos laços acadêmicos, escolheu-se a temática "Memória, Trauma e Rupturas" se deve ao conjunto dos trabalhos que integram os dois laboratórios conveniados, a saber, o Laboratória de História, Poder e Linguagens (UFES) e o Laboratoire de Analyse Comparée des Pouvoirs (Paris-Est). A escolha se deu, em primeiro lugar, porque o Brasil e a França vivenciam momento especial de reflexão sobre as rupturas que produzem certas memórias e provocam traumas importantes. Nota-se certa frequência com que o tema da memória surge como referência para muitos dos estudos desenvolvidos tanto na graduação como na pós-graduação, vis-à-vis ao expressivo recurso à história oral, no qual as lembranças, testemunhos e lugares de memória são problematizados como objetos de análise, destacando-se disputas de memória e as complexas relações das lembranças com os agentes e os suportes envolvidos, motivo pelo qual foi eleita a temática principal deste projeto. No âmbito nacional o direito à memória e a abertura dos arquivos da Ditadura brasileira motivam os organizadores a pensar como os espaços da memória surgem como parte integrante da história.

  • Violência, trauma e frustração no Brasil e na Argentina: o papel do historiador

  • Memória dos estudantes da repressão durante a ditadura (1964-1979)

  • Memória e trauma

  • A modernidade, as luzes e as doenças

  • Revoluções Atlânticas e a Liberdade no Brasil

40º Aniversário da MetaHistory

The 40th Anniversary of Metahistory
From the historiographical past to de practical past
A imaginação histórica no passado, presente e futuro

Historical Imagination: Past, Past Present And Future

O evento irá celebrar e discutir a importância de Metahistory, livro de Hayden White publicado em 1973, responsável por criar uma verdadeira inflexão nos estudos de teoria da história. Trata-se de uma obra provocativa que, desde então se tornou uma referência obrigatória para todos estudiosos do campo. Ao colocar no centro das atenções a narrativa, impôs à comunidade historiográfica a reflexão acerca da dimensão textual da história, problematizando o realismo e a representação históricos, sedimentando o entendimento de que o trabalho do historiador não se reduz à crítica das fontes, à aplicação de métodos e à interpretação, pois, a exposição dos resultados obtidos requer, necessariamente, o recurso à escrita. Com a presença de Hayden White e de pesquisadores renomados com contribuições significativas em torno do tema, os organizadores pretendem ensejar novos diálogos, renovando o interesse e ampliando o rol de pesquisas no campo. Sediado em Vila Velha e Vitória, Espírito Santo, Brasil, de 8 a 11 de outubro de 2013 na Universidade Federal do Espírito Santo.

Comissão Científica

Lucia Maria Paschoal Guimarães (Uerj)
Adriana Pereira Campos (Ufes)
Verónica Tozzi (Uba)
Julio Cesar Bentivoglio (Ufes)
Alexandre de Sá Avelar (Ufu)
Marcos Antônio Lopes (Uel)
Arthur Alfaix Assis (UnB)
O congresso propõe celebrar e discutir a importância de Metahistory, livro do pesquisador norte-americano Hayden White publicado em 1973, responsável por criar uma verdadeira inflexão nos estudos de teoria da história. Trata-se de uma obra absolutamente original e provocativa que, desde então, se tornou uma referência obrigatória para todos estudiosos do campo. Ao colocar no centro das atenções a narrativa, impôs à comunidade historiográfica a reflexão acerca da dimensão textual da história, problematizando o realismo e a representação histórica sedimentou o entendimento de que o trabalho do historiador não se reduz à crítica das fontes, à aplicação de métodos e à interpretação, pois, a exposição dos resultados obtidos requer, necessariamente, o recurso à escrita.
Sediado em Vitória (ES), de 8 a 11 de outubro de 2013, o evento faz parte das atividades de pesquisa promovidas por docentes e discentes do Departamento de História e do Programa de Pós-Graduação em História Social das Relações Políticas da Universidade Federal do Espírito Santo. Contará com a presença de Hayden White e de pesquisadores renomados com contribuições significativas em torno do tema, que deverão provocar novos diálogos, renovando o interesse e ampliando o rol de pesquisas no campo das ideias.

Por fim, o The 40th Anniversary of Metahistory coloca a Ufes e o Espírito Santo no centro das atenções mundiais, projetando seus pesquisadores e parceiros envolvidos na realização do evento tanto em âmbito nacional quanto internacionalmente.

  • xxxxxxx

    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

  • From the historiographical past to de practical past

    Prédio da Física - em frente à Biblioteca da UFES

4ª Jornada Integrada de Extensão e Cultura


  • 4ª Jornada Integrada de Extensão e Cultura

    outubro 6, 2016 – outubro 30, 2016

    4ª Jornada Integrada de Extensão e Cultura acontece entre os dias 19 e 20 de Outubro no campus de Goiabeiras da Universidade Federal do Espírito Santo. Este ano o tema é "Desafios da Extensão em tempos de crise", e irá fomentar discussões sobre os riscos e as alternativas diante das dificuldades atuais enfrentadas pelas Instituições de Ensino Superior.

  • III Jornada Integrada de Extensão e Cultura

    outubro 27, 2015 – outubro 28, 2015

    A III Jornada Integrada de Extensão e Cultura é um evento anual da PROEX e este ano acontece em parceria com a Secretaria de Cultura da UFES.

  • II Jornada Integrada de Extensão Ufes

    A II Jornada Integrada de Extensão acontecerá entre os dias 12 a 14 de Novembro de 2014. Com apresentações culturais, escolha do Prêmio Maria Filina, mesas-redondas, entre outras atrações, a Jornada será realizada no campus de Goiabeiras, Maruípe e Alegre. Confira a programação!

Feira Literária Brasil - África de Vitória

A II Feira Literária Brasil/África de Vitória é uma atividade promovida pelo NÁFRICAB – Núcleo Africanidades e Brasilidades.

A feira ocorrerá nos dias 08 e 09 de Março das 8:00h às 21:00h. Durante o evento haverá lançamento de livros, palestras com escritores e intelectuais brasileiros e africanos, stands de editoras universitárias, livreiros e editoras internacionais, que produzam e divulguem autores africanos e brasileiros.

 

  • II Feira Literária Brasil - África de Vitória

    março 8, 2016 – março 9, 2016

    A II FLIBAV - Feira Literária Brasil-África de Vitória-ES é um evento promovido pelo NAFRICAB – Núcleo Africanidades e Brasilidades.

    A Feira Literária ocorrerá nos dias 08 e 09 de março das 8:00h às 21:00h. Durante o evento haverá lançamento de livros, palestras com escritores e intelectuais brasileiros e africanos, stands de editoras nacionais e internacionais, que produzam e divulguem autores africanos e brasileiros.

  • 1ª Feira Literária Brasil- África de Vitória

    novembro 17, 2013 – novembro 18, 2013

    A I FLIBAV - Feira Literária Brasil-África de Vitória-ES é um evento promovido pelo NAFRICAB – Núcleo Africanidades e Brasilidades.

    A Feira Literária ocorrerá nos dias 13 e 14 de novembro das 8:00h às 21:00h. Durante o evento haverá lançamento de livros, palestras com escritores e intelectuais brasileiros e africanos, stands de editoras nacionais e internacionais, que produzam e divulguem autores africanos e brasileiros.

VII Encontro Brasileiro da Rede Estrado - Trabalho Docente e Políticas de Responsabilização

APRESENTAÇÃO

A Rede Latino americana de Estudos Sobre Trabalho Docente (Rede Estrado), juntamente com o Núcleo de Estudos e Pesquisas em Políticas Educacionais (NEPE/UFES), convidam para o VII Encontro Brasileiro, nos dias 20, 21 e 22 de novembro de 2013, na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), na cidade de Vitória, Espírito Santo.

A organização de mais este evento vem firmar o compromisso da Rede Estrado na consolidação do campo de estudos e pesquisas sobre trabalho docente. Os objetivos da comissão organizadora com a realização do VII Encontro Brasileiro são: contribuir para a consolidação e divulgação dos estudos e pesquisas sobre o trabalho docente no Brasil e na América Latina; promover o intercâmbio entre pesquisadores que investigam trabalho docente em suas múltiplas dimensões aspectos e abordagens; fortalecer os espaços de integração entre a universidade, os sistemas educativos, sindicatos etc em torno dos debates sobre as condições do trabalho docente no Brasil e na América Latina.

Contamos com a participação de pesquisadores, professores da educação básica e ensino superior, estudantes de graduação e da pós-graduação, dirigentes sindicais, gestores dos sistemas educativos. Todos nós comprometidos com a valorização do trabalho docente e a melhoria da qualidade social da educação.

Eixos temáticos:

Eixo 01 - Natureza, processos e condições  do trabalho docente

Eixo 02 - Regulações da carreira docente

Eixo 03 - Políticas educativas e trabalho docente

Eixo 04 - Formação docente: políticas e processos

Eixo 05 - Os docentes nas políticas de avaliação

Eixo 06 – Organização do trabalho e sindicalismo docente

Eixo 07 - Saúde e trabalho docente

Eixo 08 - Trabalho docente na Universidade

Eixo 09 - Debates teóricos e metodológicos nas investigações sobre trabalho docente

Eixo10 - Condição docente e relações de gênero

Eixo11 - Trabalho docente e diversidade cultural

Público-alvo: Pesquisadores, professores da educação básica e ensino superior, estudantes de graduação e da pós-graduação, dirigentes sindicais, gestores dos sistemas educativos comprometidos com a valorização do trabalho docente e a melhoria da qualidade social da educação.

 

 

  • VII Encontro Brasileiro da Rede Estrado

    novembro 20, 2013 – novembro 22, 2013

    ATENÇÃO: PARA ACESSAR A PROGRAMAÇÃO, ACESSE O LINK: http://www.eventos.ufes.br/index.php/ebre/VIIEBRE/schedConf/program

    APRESENTAÇÃO

    A Rede Latino americana de Estudos Sobre Trabalho Docente(Rede Estrado), juntamente com o Núcleo de Estudos e Pesquisas em Políticas Educacionais (NEPE/UFES), convidam para o VII Encontro Brasileiro, nos dias 20,21 e 22 de novembro de 2013, na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES),na cidade de Vitória, Espírito Santo. A organização de mais este evento vem firmar o compromisso da Rede Estrado na consolidação do campo de estudos e pesquisas sobre trabalho docente. Os objetivos da comissão organizadora com a realização do VII Encontro Brasileiro são: contribuir para a consolidação e divulgação dos estudos e pesquisas sobre o trabalho docente no Brasil e na América Latina;promover o intercâmbio entre pesquisadores que investigam trabalho docente em suas múltiplas dimensões aspectos e abordagens; fortalecer os espaços de integração entre a universidade, os sistemas educativos, sindicatos etc em torno dos debates sobre as condições do trabalho docente no Brasil e na América Latina. Contamos com a participação de pesquisadores, professores da educação básica e ensino superior, estudantes de graduação e da pós-graduação, dirigentes sindicais,gestores dos sistemas educativos. Todos nós comprometidos com a valorização do trabalho docente e a melhoria da qualidade social da educação.

    DATAS IMPORTANTES:

    10/07/2013

    Início das inscrições e submissões

    23/09/2013

    Prazo prorrogado para submissão de trabalhos e pagamento das inscrição dos participantes.

    25/10/2013

    Divulgação dos resultados dos trabalhos aprovados

    15/11/2013

    Data limite para inscrições dos participantes ouvintes

    20/11/2013

    Início do VII Encontro Nacional da Rede Estrado

     

    LISTAGEM DE TRABALHOS ACEITOS PARA APRESENTAÇÃO NO VII ENCONTRO BRASILEIRO DA REDE ESTRADO

    Autor (es)

    Título do Trabalho

    ADRIANA MARINHO PIMENTEL

    ELDRA CARVALHO DA SILVA

     

    CONSIDERAÇÕES SOBRE A ORGANIZAÇÃO DA HORA PEDAGÓGICA PARA OS PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA EM ALTAMIRA, SANTARÉM E ORIXIMINÁ/PARÁ

    ALDA MARIA DUARTE ARAÚJO CASTRO

    FABIANA ERICA BRITO

    O TRABALHO DOCENTE EM CONTEXTO DE ACUMULAÇÃO FLEXÍVEL:PRECARIZAÇÃO E INTENSIFICAÇÃO NO RN

    ALEXANDRO BRAGA VIEIRA, CAROLINE SANTOS BORGES

    REFLEXÕES SOBRE FORMAÇÃO DE PROFESSORES: POSSIBILIDADES E DESAFIOS PARA O TRABALHO PEDAGÓGICO NA ESCOLA

    ALFRANCIO FERREIRA DIAS

    TRABALHO DOCENTE E GÊNERO: REPRESENTAÇÕES DE SENTIDOS E SIGNIFICADOS DO TRABALHO DE DOCENTES DO ENSINO BÁSICO

    ANA CAROLINA GUEDES MATTOS

    RIZA LEMOS

    JORNAL “AMÉLIA PIRES INFORMA”: POSSIBILIDADES DE CRIAÇÃO E REFLEXÃO

    ANA PAULA ROCHA ENDLICH

    JANAÍNA SILVA COSTA ANTUNES

    OS DOCENTES E AS POLÍTICAS DE AVALIAÇÃO DA ALFABETIZAÇÃO

    ANA ROSA MURAD SZPILMAN

    JÉSIO ZAMBONI

    GEANE ULIANA MIRANDA

    PRIMEIRAS NOTAS SOBRE O FÓRUM DAS COMISSÕES DE SAÚDE DO TRABALHADOR DA EDUCAÇÃO (COSATES) NO MUNICÍPIO DA SERRA, ESPÍRITO SANTO

    ANA SARA CASTAMAN

    JOSIMAR DE APARECIDO VIEIRA

    FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DAS REDES MUNICIPAL E ESTADUAL DE ÁGUA SANTA – RS: UMA

    ANDRÉA ARAÚJO DO VALE,

    DEISE MANCEBO

    TRABALHO DOCENTE NA EXPANSÃO DA EDUCAÇÃO SUPERIOR NO BRASIL

    ÂNGELA CRISTINA FORTES IÓRIO

    O IMPACTO DO PROGRAMA INSTITUCIONAL NA PRÁTICA DOCENTE DE PROFESSORAS DE UM COLÉGIO PRIVADO DE REDE DO SUBÚRBIO CARIOCA

    ANTONIO HENRIQUE PINTO, OSCAR TEIXEIRA REZENDE, SANDRA APARECIDA FRAGA

    O PIBID E A FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES NO INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO

    BIANCA FIOD AFFONSO

    ANA MARIA FALCÃO DE ARAGÃO

    ISABELA ANGELI RODRIGUES

    O ESTADO DA ARTE SOBRE MEDIAÇÃO: O QUE DIZEM OS AUTORES DA ABORDAGEM HISTÓRICO-CULTURAL

    CÂNDIDA MARIA SANTOS DALTRO ALVES

     

    A POLÍTICA PÚBLICA DE EDUCAÇÃO INFANTIL E O REGIME DE COLABORAÇÃO

    CARLA PATRÍCIA QUINTANILHA CORRÊA

    REFLETINDO SOBRE O PIBID EM TEMPOS DE DESPROFISSIONALIZAÇÃO DOCENTE

    CARMA MARIA MARTINI

    CARMEN TEREZA VELANGA

    JOSÉ LUCAS PEDREIRA BUENO

    A WEBQUEST COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA E OS POSSÍVEIS EFEITOS NA PRÁTICA DOCENTE

    CARMEN CUNHA RODRIGUES DE FREITAS

    A EXPROPRIAÇÃO DO CONHECIMENTO DOS PROFESSORES E A REFORMA EDUCACIONAL NO BRASIL DE 1990 E 2000

    CLAUDIA DE SOUSA NARDOTO

    TELMY LOPES

    DANIEL HENRIQUE FERREIRA

    FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES: RUMOS E TRAJETÓRIAS DAS POLÍTICAS EDUCACIONAIS

    CLÉSIA MARIA HORA SANTANA

    IVAN ARAÚJO CORDEIRO DE ALBUQUERQUE

    LUIS PAULO LEOPOLDO MERCADO

    A UTILIZAÇÃO DE JOGOS DIGITAIS NO ENSINO SUPERIOR-ALGUNS OLHARES

    CRISTIANA CAMPOS SILVA, HELOISA SALLES GENTIL

    PROJETO DE FORMAÇÃO CONTINUADA EM MATO GROSSO: ANÁLISE DA PROPOSIÇÃO POLÍTICA

    CYBELE FARIA SOARES

    NOVOS SUJEITOS NA ESCOLA: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA PARA DIÁLOGO INTERCULTURAL COM OS ALUNOS IMIGRANTES

    DANIELLE CIRENO FERNANDES

    A REMUNERAÇÃO DOS DOCENTES MINEIROS

    DENISE ELZA NOGUEIRA SOBRINHA

    RUTH CATARINA CERQUEIRA RIBEIRO DE SOUZA

    UNIVERSIDADE E FORMAÇÃO: ALGUMAS REFLEXÕES ACERCA DO PROCESSO FORMATIVO DE PROFESSORES

    DENISE VIEIRA DA SILVA, RITHIANE ALMEIDA SOUZA, VITÓRIA FERREIRA BARRETO

    O PROFESSOR SOB SUSPEITA E RISCO -INDICADORES DE PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO DOCENTE NAS FEDERAIS.

    DILZA COCO

    CLÁUDIA MARIA MENDES GONTIJO

    AVALIAÇÃO EXTERNA NA ALFABETIZAÇÃO: TENSÕES E REPERCUSSÕES NA ESCOLA

    DOUGLAS CHRISTIAN MELO, ROGÉRIO DRAGO

    GESTÃO DEMOCRÁTICA E FORMAÇÃO DE PROFESSORES: ALGUMAS REFLEXÕES

    DULCINÉA CAMPOS

    FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA EDUCAÇÃO DO CAMPO NO PACTO NACIONAL PELA ALFABETIZAÇÃO NA IDADE CERTA (PNAIC), NO ESPÍRITO SANTO.

    EDNA COIMBRA DA SILVA

    FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES, IDENTIDADE PROFISSIONAL E PRÁTICA REFLEXIVA

    EDNA GRAÇA SCOPEL,EDNA CASTRO DE OLIVEIRA,MARIA JOSÉ DE RESENDE FERREIRA

    O TRABALHO PEDAGÓGICO NO PROEJA: DESAFIOS E IMPASSES QUE AINDA PERSISTEM NO COTIDANO ESCOLAR

    EDNACELI ABREU DAMASCENO

    LÚCIA DE FÁTIMA MELO

    MARIA DO SOCORRO NERI MEDEIROS DE SOUZA

    POLÍTICA DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE GESTORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA NO ESTADO DO ACRE: REFLEXÕES SOBRE SUA EFETIVIDADE

    EDNACELI ABREU DAMASCENO

    LÚCIA DE FÁTIMA MELO

    IDEB E SUAS IMPLICAÇÕES COMO CONDUTOR DE POLÍTICA DE RESPONSABILIZAÇÃO DA ESCOLA E DO TRABALHO DOCENTE

    EDUARDO VALADARES DA SILVA,TATIANA MORAES QUEIROZ DE MELO,VALDETE CÔCO

    O BIBLIOTECÁRIO ESCOLAR E SUA CONDIÇÃO DOCENTE NO ESPÍRITO SANTO

    ELIESÉR TORETTA ZEN

    TATIANA DE SANTANA VIEIRA

    PEDAGOGIA DA TERRA E O MOVIMENTO DE FORMAÇÃO DO PROFESSOR SEM-TERRA

    ELISABETH BRANDÃO SCHMIDT

    MARIA DO CARMO GALIAZZI

    A INTEGRAÇÃO UNIVERSIDADE-ESCOLA BÁSICA NO PROJETO CIRANDAR

    ELISÂNGELA SANTOS OLIVEIRA

    A DESCENTRALIZAÇÃO DAS POLÍTICAS EDUCACIONAIS E O TRABALHO DOCENTE EM NOVAS PERSPECTIVAS

    EUGÊNIA PORTELA DE SIQUEIRA MARQUES

    VALÉRIA APARECIDA M. O. CALDERONI

    EDUCAÇÃO, DIFERENÇA CUTURAL E DECOLONIZAÇÃO EPISTÊMICA DO TRABALHO DOCENTE DA EDUCAÇÃO BÁSICA:

    EVALDO PIOLLI

    JOSÉ ROBERTO HELOANI

    O GERENCIALISMO, PEDAGOGIA DE RESULTADOS E TRABALHO DOCENTE NO SISTEMA EDUCACIONAL PAULISTA: OS EFEITOS À SAÚDE E A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO.

    FABIANO DE OLIVEIRA MORAES

    O PROFESSOR EM CENA: A VIGILÂNCIA E A NORMALIZAÇÃO DA PROFISSÃO DOCENTE NO QUADRO "CONSELHO DE CLASSE" DO "FANTÁSTICO"

    FERNANDA BINDACO DA SILVA ASTORI SILVANA VENTORIM

    EDUARDO VALADARES DA SILVA

    POLÍTICAS E PRÁTICAS DE FORMAÇÃO CONTINUADA SOB A AVALIAÇÃO DOS PROFESSORES DO ESPÍRITO SANTO NA PESQUISA TRABALHO

    FERNANDA RODRIGUES BRAGA LUBE

    VÂNIA CARVALHO DE ARAÚJO

    O TEMPO DA EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL NA EDUCAÇÃO INFANTIL: UMA ANÁLISE DOS SEUS SENTIDOS E SIGNIFICADOS SOB O PONTO DE VISTA DAS PRÁTICAS DOCENTES

    GISILEY PAULIM ZUCCO PIOLLI

    MARA REGINA MARTINS JACOMELI

    CONSELHOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO E PARTICIPAÇÃO DOCENTE NA REGIÃO METROPOLITANA DE CAMPINAS

    GUILHERME DA SILVA KIELING, ROSANE CARNEIRO SARTURI

    A FORMAÇÃO DE EDUCADORES NA PERPECTIVA DIALÓGICA

    JANAINA MADEIRA BRITO

    MARIA ELIZABETH BARROS DE BARROS

    OZILENE PEREIRA CLEMENTE

    “NARRATIVAS DA DOCÊNCIA”: EXPERIMENTANDO METODOLOGIAS NAS TESSITURAS VIDA-SUBJETIVIDADE-TRABALHO”

    JANAÍNA MARIANO CÉSAR

    IVANA CARNEIRO BOTELHO

    ELLEN HORATO DO CARMO PIMENTEL

    A EXPERIÊNCIA DE CONSTRUÇÃO DE UM FÓRUM DE TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO NA AMPLIAÇÃO DO DEBATE ENTRE SAÚDE E TRABALHO

    JANETE MAGALHÃES CARVALHO

    ENTRECRUZAMENTOS DISCURSIVOS DE INTERFERÊNCIAS EXTENSIVAS MACROPOLÍTICAS E DE INTERFERÊNCIAS INTENSIVAS MICROPOLÍTICAS

    JANINHA GERKE DE JESUS

    FORMAÇÃO DOCENTE DO CAMPO: UMA DISCUSSÃO ENTRE GENERALIZAÇÃO E ESPECIALIZAÇÃO

    JAQUELINE KALMUS

    MARILENE PROENÇA R. SOUZA

    POLÍTICAS DE FORMAÇÃO CONTINUADA NO MÉXICO: PRIVATIZAÇÃO, DESAQUALIFICAÇÃO DOCENTE E FORMAS DE RESISTÊNCIA

    JEAN ZEFERINO RODRIGUES

    SARA BADRA DE OLIVEIRA

    A RESPONSABILIZAÇÃO DOCENTE NA ESTRATÉGIA 2020 DO BANCO MUNDIAL

    JOÃO PAULO FARIA CARDOZO, MANUEL TAVARES GOMES

    O XVIII CONGRESSO DO SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO PÚBLICA DO ES (SINDIUPES): FORMAÇÃO POLITICA, CONSCIÊNCIA DE CLASSE E RENOVAÇÃO SINDICAL

    JOELMA LÚCIA VIEIRA PIRES

    A PARTICIPAÇÃO DA MAIORIA DOS DOCENTES NA LEGITIMAÇÃO DO PODER OFICIAL (ESTUDO DE CASO)

    JOHELDER XAVIER TAVARES, REGINA HELENA SILVA SIMÕES ,MARIA ALAYDE ALCANTARA SALIM

    FORMAS DE ADOECIMENTO DE PROFESSORES CAPIXABAS NO SÉCULO XIX: DIÁLOGOS COM O PASSADO NO PRESENTE

    JOSÉ DOS SANTOS SOUZA

    A PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO DOCENTE NA REDE FEDERAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL, CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA DO BRASIL

    JOSÉ QUIBAO NETO

    JORNADA DE TRABALHO NA REDE ESTADUAL DE SÃO PAULO DE 1996 A 2012, MÚLTIPLA JORNADA, PISO SALARIAL PROFISSIONAL NACIONAL: ALGUMAS IMPLICAÇÕES

    JULIANA SANTOS CONCEIÇÃO

    MARIA TERESA GONZAGA ALVES

    CÉLIA MARIA FERNANDES NUNES

    FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO ENSINO SUPERIOR: A CONSTRUÇÃO DOS SABERES DO PROFESSOR INICIANTE

    JURACY MACHADO PACÍFICO

    JOSÉ LUCAS PEDREIRA BUENO

    CHARLLIENE LIMA DA SILVA

    LETRAMENTO E INCLUSÃO DIGITAL NA FORMAÇÃO DOS GRADUANDOS DE PEDAGOGIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA

    JUSSARA MARQUES DE MACEDO

    A UNESCO E AS POLÍTICAS DE FORMAÇÃO PARA O TABALHO DOCENTE: APROXIMAÇÕES ENTRE 1966 E 1996

    KAMILLE VAZ

     

    O TRABALHO DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO ESPECIAL: SUAS ATRIBUIÇÕES COM BASE NAS POLÍTICAS DE PERSPECTIVA INCLUSIVA

    KAROLINI GALIMBERTI PATTUZZO, ALEXANDRO BRAGA VIEIRA

    PEDAGOGOS E PROFESSORES NO COTIDIANO ESCOLAR: RELAÇÕES ESTABELECIDAS NO PLANEJAMENTO DA AÇÃO EDUCATIVA

    KATHARINE NINIVE PINTO SILVA

    JAMERSON ANTONIO DE ALMEIDA DA SILVA

    KÁTIA SILVA CUNHA

    TRABALHO DOCENTE E RESPONSABILIZAÇÃO NAS ESCOLAS DE REFERÊNCIA EM ENSINO MÉDIO DO ESTADO DE PERNAMBUCO

    KATIA FERREIRA MOREIRA

    "DAR-SE COMO UM TEXTO A SER LIDO": A NARRATIVA DA PRÁTICAS DOCENTES COMO PROCESSO DE FORMAÇÃO CONTÍNUA

    LAURA MARIA BASSANI MURI PAIXÃO

    ERINEU FOERSTE

    JANDIRA MARQUARDT DETTMANN

    FORMAÇÃO DOCENTE: DIÁLOGOS COM PROFESSORES DO CAMPO SOBRE CULTURAS E PARCERIAS

    LECIR JACINTO BARBACOVI

    ENTRE DISSERTAÇÕES, TESES E SÍNTESES: O ESTADO DA ARTE SOBRE A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL NO BRASIL

    LEONICE MATILDE RICHTER

    MARIA VIEIRA SILVA

    TESTES ESTANDARDIZADOS E A INSERÇÃO DOS PRINCÍPIOS MERCADOLÓGICOS NO TRABALHO DOCENTE

    LÍVIA FRAGA VIEIRA, EDNA MARTINS BORGES

    AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO BÁSICA NAS PESQUISAS ACADÊMICO-CIENTÍFICAS BRASILEIRAS

    LÚCIA APARECIDA ÁVILA

    A GESTÃO ESCOLAR E A DEFESA PELA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO: UMA ANÁLISE DO PROJETO EDUCATIVO DA FVC

    LUCIANA PIMENTEL RHODES GONÇALVES, ALESSANDRA CONSTANTINO CYPRIANO

    INTENSIFICAÇÃO DO TRABALHO DOCENTE NO CONTEXTO DA REGULAÇÃO PÓS- BUROCRÁTICA

    LUCIANA HADDAD FERREIRA, MARISSOL PREZOTTO, TAMARA ABRÃO PINA LOPRETTI

    TRABALHO COLETIVO: DIÁLOGOS ENTRE O PROFESSOR PESQUISADOR E O COTIDIANO DA ESCOLA

    LUPITA CHAVES SALAS

    REFLEXIONES EN TORNO A LA FORMACIÓN DE DOCENTES EN LA ACTUALIDAD

    LUZIMAR DOS SANTOS LUCIANO

    A POLÍTICA DE BONIFICAÇÃO E AS REPERCURSSÕES NO PROCESSO TRABALHO-SAÚDE DE PROFESSORES

    MÁRCIA CRISTINA ALMEIDA DE OLIVEIRA

    AS COMPLEXIFICAÇÕES NO TRABALHO DOCENTE FRENTE ÀS POLÍTICAS DE PROTEÇÃO SOCIAL NO ESPAÇO ESCOLAR

    MARCIA PATRICIA BARBOZA DE SOUZA CINTIA CHUNG MARQUES CORREA

    A INTERNACIONALIZAÇÃO DO CAMPO DO CURRÍCULO – DADOS DE UM GRUPO DE PESQUISA

    MARCIENE REIS

    ANA MARIA ARAGÃO ANDRÉA  DE ANDRADE MARANGONI RODRIGUES

    A CONSTITUIÇÃO DA PROFESSORA PESQUISADORA INICIANTE-APRENDIZ -ENSINANTE

    MARCIENE REIS, BEATRIZ VIEIRA, BIANCA AFFONSO

    INTERLOCUÇÕES: A PROFESSORA INICIANTE, AS ESTAGIÁRIAS E O COTIDIANO DA ESCOLA

    MARIA ASSUNÇÃO CALDERANO

    AÇOES DESENVOLVIDAS POR ESTAGIÁRIOS E PROFESSORES DA ESCOLA BÁSICA E A TIPIFICAÇÃO DA POSTURA DOCENTE

    MARIA CRISTINA SCHEFER

    A “CHATEAÇÃO ZERO” DEFININDO ESTRATEGICAMENTE A DOCÊNCIA NAS PERIFERIAS: NÃO-LUGARES-ESCOLARES E A PEDAGOGIA DO DESTINO

    MARIA DE FÁTIMA DUARTE MARTINS

    JARBAS SANTOS VIEIRA,

    VANESSA BUGS

    ASPECTOS PSICOSSOCIAS DO TRABALHO E ASSOCIAÇÃO COM AS DOENÇAS: UM ESTUDO COM AS PROFESSORAS DA EDUCAÇÃO INFANTIL DE UMA CIDADE DE PORTE MÉDIO

    MARIA DILNÉIA ESPÍNDOLA FERNANDES

    ASHELEY GODOY DELMONDES

    TRABALHO DOCENTE E PRECARIZAÇÃO: O PROFESSOR CONVOCADO NA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO MUNICÍPIO DE CAMPO GRANDE

    MARIA ELISABETE DO VALLE MANSUR

    DIVERSIDADE SEXUAL NO ESPAÇO ESCOLAR: VOZES DOS PROFESSORES(AS

    MARIA ENEIDA FURTADO CEVIDANES

    MUDANÇAS NA LEGISLAÇÃO, MUDANÇAS NO CURSO DE PEDAGOGIA

    MARIA JOSÉ SILVA FERNANDES

    JOSIANE DOS SANTOS PAIXÃO

    UMA REDE MUNICIPAL DE ENSINO NUM CONTEXTO DE AVALIAÇÕES EXTERNAS: IMPACTOS NO TRABALHO DOCENTE E NA ORGANIZAÇÃO ESCOLAR

    MARIA LUCIVÂNIA SOUZA DOS SANTOS, PAMELA RANIELLE DA SILVA PEREIRA, KATHARINE NINIVE PINTO SILVA

    ESCOLAS DE REFERÊNCIA EM ENSINO MÉDIO DA REDE ESTADUAL DE PERNAMBUCO E TRABALHO DOCENTE

    MARIA MADALENA POLETO OLIVEIRA

    FERNANDA MONTEIRO BARRETO CAMARGO

    THALYTA BOTELHO MONTEIRO

    O PROCESSO DE FORMAÇÃO DO PROFESSOR MEDIADO PELAS NOVAS TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO DO CAMPO

    MARIANA POZZATTI

    SAÚDE DOS DOCENTES DE EDUCAÇÃO FÍSICA NO ESPÍRITO SANTO: CONDIÇÕES DE TRABALHO E TEMPO DE CARREIRA

    MARIÂNGELA SILVEIRA BAIRROS

    POLÍTICAS PÚBLICAS EDUCATIVAS: UM DEBATE CONCEITUAL SOBRE LIMITES E NOVAS POSSIBILIDADES DE INVESTIGAÇÃO.

    MARILANDI MARIA MASCARELLO VIEIRA FLÁVIA ELOISA CAIMI

    O QUE, AFINAL, UM PROFESSOR ENSINA? REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DE PÓS-GRADUANDOS SOBRE PROFESSORES MARCANTES

    MARTA FERREIRA ABDALA-MENDES

    MÀRCIA AMIRA FREITAS DO AMARAL

    PAULO ROBERTO DE ARAÚJO PORTO

    ATUANDO NA FORMAÇÃO DOCENTE: UM TRABALHO COLABORATIVO NO ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA

    MÔNICA FÁTIMA VALENZI MENDES

    ALDA JUNQUEIRA MARIN

    A PROPOSTA DE TRABALHO DOCENTE PARA FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM SERVIÇO: FOCALIZANDO A PRODUÇÃO DE TEXTOS NOS MATERIAIS DIDÁTICOS

    MÔNICA MEDEIROS, DANIELA OLIVEIRA

    POLÍTICAS PÚBLICAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES

    NÁDIA CRISTINA DE LIMA RODRIGUES

    FORMAÇÃO E CULTURA(S): UMA REFLEXÃO ACERCA DESSES ASPECTOS, A PARTIR DAS FALAS DE PROFESSORAS DO ENSINO FUNDAMENTAL, VISLUMBRANDO CAMINHOS A UMA EDUCAÇÃO EMANCIPATÓRIA

    NATHANA FERNANDES

    TICIANE ARRUDA DA SILVA

    ROSANE CARNEIRO SARTURI

    CRIANÇAS E ADOLESCENTES EM DEFASAGEM IDADE SÉRIE: ASPECTOS DAS AÇÕES PEDAGÓGICAS EXERCIDAS COM ESTES SUJEITOS

    NELBI ALVES CRUZ

    O MONITOR DA ESCOLA FAMÍLIA AGRÍCOLA E SUA FORMAÇÃO PEDAGÓGICA

    NORMA LÚCIA ANDRADE SANTOS MARILZA GOMES GAMA E SILVA

    ÍNDICE SINESP: CONDIÇÕES DE TRABALHO NA REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE SÃO PAULO.

    PAULA FRANCISCA DA SILVA

    PERSPECTIVAS PARA A DOCÊNCIA NA EDUCAÇÃO SUPERIOR DOS IF: UMA ANÁLISE DOCUMENTAL

    PEDRO PAULINO DA SILVA SILVANA VENTORIM

    ELIZA BARTOLOZZI

    TRABALHO DOCENTE NO ESPÍRITO SANTO: UMA ANÁLISE DOS PROFESSORES DE HISTÓRIA

    REGIANA BLANK WILLE

    TRABALHO DOCENTE E IDENTIDADE PROFISSIONAL: UM ESTUDO COM PROFESSORES DE MÚSICA

    RENATO MARCON PUGLIESE

    SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO ESPETACULAR DE NOVAS PROPOSTAS CURRICULARES NA REDE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA DE SÃO PAULO

    RITA DE CÁSSIA SILVA GODOI MENEGÃO

    MARIA MÁRCIA SIGRIST MALAVASI

    AVALIAÇÕES EXTERNAS EM LARGA ESCALA: IMPLICAÇÕES NO TRABALHO DO PROFESSO

    RIZA AMARAL LEMOS

    DANIELLA MOTTA DE OLIVEIRA

    O ENSINO DE EDUCAÇÃO FÍSICA FRENTE ÀS RESOLUÇÕES CNE/CEB N. 07/2010 E SEE/MG N. 2253/2013

    ROBERTA FREIRE BASTOS

    A EDUCAÇÃO EM TEMPO INTEGRAL EM DESTAQUE: REFLEXÕES SOBRE A ATUAÇÃO DO PROFISSIONAL DO PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO

    ROSÁLIA MONTEIRO MOTA

    FATORES OCUPACIONAIS IMPACTANTES À SAÚDE DOCENTE

    ROSÂNGELA PEREIRA OLIVEIRA, ILMA FERREIRA MACHADO

    A EDUCAÇÃO DO CAMPO EM UMA PERSPECTIVA OMNILATERAL – UMA ALTERNATIVA BIÓFILA DE UMA EDUCAÇÃO PARA ALÉM DO CAPITAL

    RUTH CATARINA CERQUEIRA RIBEIRO DE SOUZA, SOLANGE MARTINS OLIVEIRA MAGALHÃES

    A (DES)SINDICALIZAÇÃO, A (DES)PROFISSIONALIZAÇÃO E AS MUDANÇAS IMPOSTAS À IDENTIDADE DOCENTE

    SAMUEL GABRIEL ASSIS

    A POBREZA NA FORMAÇÃO DOCENTE: A SITUAÇÃO DE POBREZA NA FORMAÇÃO DAS FUTURAS PROFESSORAS

    SARITA MEDINA SILVA

    VANESSA DIAS VILELA JATOBÁ

    PÂMELA JUNQUEIRA FREITAS

    REFORMA EDUCACIONAL E FORMAÇÃO DOCENTE PARA O ENSINO FUNDAMENTAL

    SÉRGIO MAJESKI

    IDEB NA PORTA DA ESCOLA, A POLÍTICA DA CULPABILIZAÇÃO

    SIMONE TORRES EVANGELISTA

    MARIA DE FÁTIMA COSTA DE PAULA

    CRISE NO TRABALHO DOCENTE: ENTRE A QUALIDADE EXIGIDA E A QUALIDADE DESEJADA

    SOLANGE MARTINS OLIVEIRA MAGALHÃES

    RUTH CATARINA CERQUEIRA RIBEIRO DE SOUZA

    INDICADORES DA QUALIDADE DA PRODUÇÃO ACADÊMICA: UMA META AVALIAÇÃO DO ASPECTO METÓDICO DAS PESQUISAS SOBRE PROFESSORES, CENTRO-OESTE/BRASIL

    SUE ELEN LIEVORE

    POLÍTICAS EDUCACIONAIS NO MUNICÍPIO DE VITÓRIA E O TRABALHO DOCENTE

    TATIANA MORAES QUEIROZ DE MELO

    SILVANA BATISTA SALES

    ELIZA BARTOLOZZI FERREIRA

    ESTÁGIO E TRABALHO DOCENTE: UM OLHAR SOBRE OS ESTAGIÁRIOS DAS ESCOLAS DE EDUCAÇÃO BÁSICA DO ESPÍRITO SANTO

     

    TICIANE ARRUDA DA SILVA

    NATHANA FERNANDES

    O PROCESSO DA GESTÃO DE ENSINO-APRENDIZAGEM DURANTE A INICIAÇÃO À DOCÊNCIA PEDAGÓGICA

    UEBER JOSÉ OLIVEIRA, ELISÂNGELA SANTOS OLIVEIRA

    POLÍTICAS EDUCACIONAIS NO MUNICÍPIO DE CARIACICA: MUDANÇAS INSTITUCIONAIS E IMPACTOS NO TRABALHO DOCENTE

    VALDA INÊS FONTENELE PESSOA, TATIANE CASTRO DOS SANTOS

    CURRÍCULO E FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES: MUDAR O SIGNIFICADO DO QUE É SER PROFESSOR

    VALÉRIA RESENDE TEIXEIRA

    AS TENSÕES E AS CONTRADIÇÕES NA EDUCAÇÃO PÚBLICA BÁSICA DO BRASIL

    VERA LUCIA BRITO, DANIEL SANTOS BRAGA

    A PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO DOCENTE E OS CONTRATOS TEMPORÁRIOS

    VERÔNICA BELFI RONCETTI

    DIVINA LEILA SÔARES SILVA

    VALDETE CÔCO

    TRABALHO DOCENTE NA EDUCAÇÃO INFANTIL

    WALKYRIA BARCELOS SPERANDIO

    IRALDIRENE RICARDO DE OLIVEIRA

    LAURA MARIA BASSANI MURI PAIXÃO

    A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DO ENSINO MÉDIO NA ESCOLA PÚBLICA NO CAMPO

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    COMISSÃO ORGANIZADORA NACIONAL:

    Álvaro Moreira Hipólito (UFPel)

    Camila Benevenuto (Gestrado, UFMG)

    Carlos Alexandre Soares da Silva (Gestrado, UFMG)

    Dalila Andrade de Oliveira (UFMG)

    Eliza Bartolozzi Ferreira (UFES)

    Gustavo Bicalho (Gestrado, UFMG)

    Jacqueline Moreno Theodoro Silva (Gestrado, UFMG)

    Pauliane Romano Cirilo (Gestrado, UFMG)

    Rodrigo da Cruz Quadros (Gestrado, UFMG)

     

    COMISSÃO ORGANIZADORA LOCAL:

    Eliza Bartolozzi Ferreira (coordenadora) (CE/UFES, Brasil)

    Alessandra Martins Constantino – (CE/UFES, Brasil)

    Bianca Silva – (CE/UFES, Brasil)

    Carla Pedroni De Angeli – (CE/UFES, Brasil)

    Cláudia de Souza Nardoto – (CE/UFES, Brasil)

    Daniel Henrique Ferreira – (CE/UFES, Brasil)

    Danilo Carlos Paia – (CE/UFES, Brasil)

    Elisangela Dos Santos De Oliviera – (CE/UFES, Brasil)

    Esther de Freitas Batista - (CE/UFES, Brasil)

    Giane Kirschbauer – (CE/UFES, Brasil)

    Juliana Pereira Cavati - (CE/UFES, Brasil)

    Leonara Margotto Tartaglia – (CE/UFES, Brasil)

    Lucas Silveira Andrade Martins (CE/UFES, Brasil)

    Raysa Ambrosio de Carvalho (CE/UFES, Brasil)

    Roberta Freire Bastos – (CE/UFES, Brasil)

    Silvana Ventorim (UFES, Brasil)

    Telmy Lopes de Oliveira – (CE/UFES, Brasil)

    Valdete Côco (UFES, Brasil)

     

    COMITÊ CIENTÍFICO:

    Profa. Dra.Adriana Cancella Duarte (UFMG, Brasil)

    Profa. Dra.Alda Junqueira Marin (PUC-SP, Brasil)

    Profa.Ana Maria Monteiro (UFRJ,Brasil)

    Prof.Dr.Álvaro Moreira Hypólito (UFPel, Brasil)

    Prof.Dr.Ângelo Ricardo de Sousa (UFPR, Brasil)

    Prof.Dr.Carlos Eduardo Ferraço (UFES, Brasil)

    Profa. Dra.Carmen Teresa Gabriel (UFRJ, Brasil)

    Profa.Dra.Cleonara Maria Schwartz (UFES,Brasil)

    Profa. Dra.Dalila Andrade Oliveira (UFMG, Brasil)

    Profa. Dra. Danielle Cireno Fernandes (UFMG, Brasil)

    Profa. Dra.Deise Mancebo (UERJ, Brasil)

    Profa. Dra.Edna Castro de Oliveira (UFES, Brasil)

    Prof. Dr.Edson Pantaleão Alves (UFES, Brasil)

    Profa. Dra.Eliza Bartolozzi (UFES, Brasil)

    Prof.Dr.Elizeu Clementino de Souza (UNEB, Brasil)

    Profa. Dra.Gerda Margit Schutz Foerste (UFES, Brasil)

    Prof.Dr.Gustavo Gonçalves (UFMG, Brasil)

    Profa. Dra.Janete Magalhães Carvalho (UFES, Brasil)

    Prof.Dr.Jarbas Santos  Vieira (UFPel,Brasil)

    Prof.Dr.João Ferreira de Oliveira (UFG, Brasil)

    Profa. Dra.Leda Scheibe (UFSC, Brasil)

    Profa. Dra.Lívia María Fraga (UFMG, Brasil)

    Prof.Dr.Luiz Fernandes Dourado (UFG, Brasil)

    Profa. Dra.Márcia Ondina Vieira Ferreira (UFPel, Brasil)

    Profa. Dra Maria de Fátima Duarte Martins (UFPel,Brasil)

    Profa. Dra .Maria Aparecida Neri (UNICAMP, Brasil)

    Profa. Dra. Maria Helena Oliveira Gonçalves Augusto (UFMG, Brasil)

    Profa. Dra.Maria Vieira (UFU, Brasil)

    Profa. Dra.Martha Tristão Ferreira (UFES, Brasil)

    Profa. Dra.Olgaíses Maués (UFPA, Brasil)

    Prof.Dr.Pablo Gentili (UERJ/CLACSO, Brasil)

    Profa. Dra.Regina Helena Silva Simões (UFES, Brasil)

    Prof.Dr.Roberto Leher (UERJ, Brasil)

    Prof.Dr.Robson Loureiro (UFES, Brasil)

    Profa. Dra.Savana Diniz (UFMG, Brasil)

    Profa. Dra.Silvana Ventorim (UFES, Brasil)

    Profa. Dra.Valdete Côco (UFES, Brasil)

    Profa. Dra.Vânia Carvalho de Araújo (UFES, Brasil)

    Profa. Dra.Vera Placco (PUC-SP, Brasil)

     

    Eixos temáticos:

    Eixo 01 - Natureza, processos e condições  do trabalho docente

    Eixo 02 - Regulações da carreira docente

    Eixo 03 - Políticas educativas e trabalho docente

    Eixo 04 - Formação docente: políticas e processos

    Eixo 05 - Os docentes nas políticas de avaliação

    Eixo 06 – Organização do trabalho e sindicalismo docente

    Eixo 07 - Saúde e trabalho docente

    Eixo 08 - Trabalho docente na Universidade

    Eixo 09 - Debates teóricos e metodológicos nas investigações sobre trabalho docente

    Eixo10 - Condição docente e relações de gênero

    Eixo11 - Trabalho docente e diversidade cultural

     

    ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO E SUBMISSÃO DOS TRABALHOS

    Calendário

    10/07/2013

    Início das inscrições e submissões

    23/09/2013

    Prazo prorrogado para submissão de trabalhos e pagamento das inscrição dos participantes.

    23/10/2013

    Divulgação dos resultados dos trabalhos aprovados

    15/11/2013

    Data limite para inscrições dos participantes ouvintes

    20/11/2013

    Início do VII Encontro Nacional da Rede Estrado

    Valores

    Para estudantes ou professores da educação básica - R$ 50,00

    Para pesquisadores ou professores do ensino superior - R$ 100,00

    ATENÇÂO: As inscrições no VII Encontro Brasileiro da Rede ESTRADO serão realizadas exclusivamente pelo portal de eventos da UFES: http://www.eventos.ufes.br/index.php/ebre/VIIEBRE

    Para tanto, é preciso seguir as seguintes etapas:

    1 - Cadastrar-se como leitor e/ou autor, caso for submeter trabalho, no link CADASTRO, na parte superior.

    2 - Realizar inscrição.

    3 - O pagamento deve ser feito via depósito ou transferência para conta Poupança:

    Titular: Daniel Henrique Ferreira

    Banco do Brasil

    Agência: 2279-9

    Conta: 5.645-6

    Variação: 51

    4 - Enviar e-mail para a Comissão Organizadora junto com cópia do camprovante de pagamento da inscrição:

     

    5 - Após verificação do comprovante de pagamento será enviada uma mensagem confirmando inscrição.

     

    SUBMISSÃO NA MODALIDADE COMUNICAÇÃO ORAL

    Normas Gerais

    Serão considerados pela Comissão Científica os trabalhos que se pautarem estritamente pelas normas de diagramação e formatação e pelas seguintes condições gerais:

    1. Poderão submeter trabalhos:

    a) estudantes, pesquisadores, docentes da Educação Básica e do Ensino Superior.

    2.Regras para submissão de trabalhos

    • Poderão ser submetidos trabalhos nas modalidades comunicação oral e painel.
    • Serão aceitas, no máximo, duas submissões por autor.

    3. Cada trabalho poderá ter, no máximo, três autores.

    4. Não será possível corrigir ou modificar os trabalhos após o seu envio à Rede Estrado.

    5. O parecer dos membros da Comissão Científica do evento é conclusivo e, portanto, não estará sujeito à  recurso ou revisão.

    Normas de Formatação

    Os trabalhos completos, no tamanho de 25.000 a 40.000 caracteres, devem ser digitados em documento Word, fonte Times New Roman, tamanho 12 e com justificação à esquerda e à direita.

    Eixo Temático

    A GESTÃO DA ESCOLA EM...

    Título fictício em caixa alta negrito

    Daniel Henrique Ferreira
    Universidade Federal do Espírito Santo

    misilva@urbi.com.br

    Exemplo de um ou mais autores fictícios Nome da instituição por extenso
    Email preferido (um só por autor) alinhar à direita

    Cláudia de Souza Nardoto
    Universidade Federal do Espírito Santo
    benitovieira@gmail.com

    Resumo: Este trabalho...

    Texto de até 1300 caracteres com espaçamento entrelinhas de 1.0

    Palavras-chave:

    Três palavras separadas por ponto-e-vírgula

    INTRODUÇÃO

    Formato dos títulos no corpo do trabalho

    O trabalho completo deve ter entre 25.000 a 40.000 caracteres (com espaço), ser digitado com fonte tamanho 12 e espaçamento entrelinhas de 1.5. Nas citações com recuo, utilizar fonte tamanho 10 e espaçamento entrelinhas de 1.0

    NOTAS

    Seguir estritamente as normas da ABNT

    REFERÊNCIAS

    Seguir estritamente as normas da ABNT

     

    SUBIMISSÃO NA MODALIDADE PAINÉIS

    Sessão de comunicação coordenada e organizada pelos expositores, em torno de uma temática, contendo três pesquisas diferentes. O painel deve se vincular a um dos Eixos Temáticos e respectivos subtemas do evento. A articulação e a coordenação do painel serão de responsabilidade de um dos expositores e organizada por profissionais de diferentes instituições ou não, sendo que os painelistas deverão estar inscritos no evento. Os textos elaborados pelos autores deverão ser resultados de pesquisas concluídas ou que apresentem análises preliminares consistentes.

    Formatação do Painel

    Os textos elaborados pelos autores deverão ser resultados de pesquisas concluídas ou que apresentem análises preliminares consistentes. Os proponentes apresentarão propostas completas de painéis, uma vez que a Comissão Organizadora não irá estruturar painéis a partir de propostas individuais. As propostas devem ser encaminhadas pelo coordenador do painel, que deverá criar um título pertinente aos três trabalhos que o compõem.

    • Duração do painel: 90 minutos.
    • A estrutura do Painel deve conter: o título e resumo; os três textos com respectivos resumos dos diferentes proponentes; três a cinco palavras-chave.
    • A apresentação de cada expositor será sistematizada em 20 minutos. Deverão ser dedicados 30 minutos finais para debate dos trabalhos entre os participantes.

    Formatação dos textos que acompanham o painel para publicação em meio eletrônico:

    O texto de cada participante do painel deverá ter formato de artigo, com problemática anunciada e desenvolvida, conclusões/recomendações e referências bibliográficas, estruturado em torno de 8 (oito) a 12 (doze) páginas, incluindo as referências bibliográficas e os anexos. A digitação e a formatação do texto devem seguir as orientações abaixo:

    O resumo geral do painel e de cada texto dos participantes deve conter entre 250 e 300 palavras, em espaço simples, apresentando no final, três a cinco palavras-chave. Fonte da letra: Times New Roman, tamanho 12.

    Referências e anexos:

    • As citações e as notas devem seguir as normas da ABNT em vigor;
    • Não utilizar notas de rodapé;
    • As referências bibliográficas devem ficar localizadas ao final do texto, contendo exclusivamente as obras citadas;
    • Os quadros, tabelas, gráficos, figuras (fotografias ou desenhos) devem vir após as referências bibliográficas, com indicação de fonte (quando for o caso);

    Digitação e Formatação dos Trabalhos:

    Os três trabalhos que compõem o PAINEL deverão ser organizados no mesmo arquivo, conforme instruções que se seguem:

    • Programa: WORD FOR WINDOWS;
    • Fonte: Times New Roman, tamanho 12;
    • Papel tamanho A4;
    • Margem superior e inferior com 2,5 cm;
    • Margem esquerda e direita com 3 cm;
    • Espaçamento entre linhas: 1,5 cm;
    • Alinhamento: Justificado;
    • Páginas numeradas a partir da segunda (no alto, à direita); mínimo de oito (8), máximo de doze (12 páginas);
    • Título em maiúsculo/negrito com alinhamento centralizado;

     

    Critérios de Avaliação


    • Clareza na formulação e no desenvolvimento do tema.
    • Relevância da contribuição para a educação.
    • Consistência e rigor no tratamento teórico e metodológico.
    • Correção na linguagem do texto e nas citações e referências bibliográficas.
    • Cumprimento das condições de submissão e das

    Obs: Encontrando dificuldade para ler as informações, caso o texto estiver cortado ou desconexo, orientamos diminuir o tamanho do zoom da tela utilizando o atalho "Ctrl -". Pode-se aumentar o tamanho da fonte.

     

Simpósio em Alfabetização, Leitura e Escrita

Esta página do Simpósio em Alfabetização, Leitura e Escrita - SALE - foi criada com o objetivo de divulgar o III Simpósio em Alfabetização, Leitura e Escrita.

 

Assim, a terceira edição do  Simpósio em Alfabetização, Leitura e Escrita visa proporcionar espaço de discussão coletiva em busca da melhoria da qualidade da alfabetização e dos níveis de desempenho dos estudantes em leitura e produção de textos, tendo em vista que esse ainda continua a ser um grande desafio enfrentado no Século XXI.

 

Neste ano o SALE está agendado para os dias 10 e 11 de setembro, com realização no Centro de Educação e no Teatro Universitário da Ufes - Vitória/ES.

 

Mais informações na página do III Simpósio em Alfabetização, Leitura e Escrita.

  • III Simpósio em Alfabetização, Leitura e Escrita

    setembro 10, 2013 – setembro 11, 2013

    O PERÍODO DE INSCRIÇÃO PARA COMUNICAÇÕES E RELATOS DE EXPERIÊNCIAS FOI PRORROGADO PARA O DIA 31 DE JULHO 2013.

     

    A aprendizagem efetiva da leitura e da escrita e, portanto, a alfabetização de todos os cidadãos brasileiros ainda é um desafio a ser enfrentado pela sociedade, pelos grupos de pesquisas, pelos governos e por todos aqueles que lutam pela garantia de uma educação escolar de qualidade para todos.

     

    Assim, a terceira edição do Simpósio em Alfabetização, Leitura e Escrita visa proporcionar espaço de discussão coletiva em busca da melhoria da qualidade da alfabetização e dos níveis de desempenho dos estudantes em leitura e produção de textos, tendo em vista que esse ainda continua a ser um grande desafio a ser enfrentado no Século XXI.

     

    As duas primeiras edições do Simpósio, por suas características, atraiu o interesse de pesquisadores, estudantes de pós-graduação, professores alfabetizadores e técnicos que atuam nas secretarias de educação de vários Estados brasileiros. Desse modo, tendo em vista a ampla participação desses profissionais, entendemos que a terceira edição do evento se justifica por ter se tornado um espaço e tempo onde os conhecimentos produzidos pela pesquisa acadêmica dialogam com conhecimentos produzidos por sujeitos que criam o cotidiano das escolas, ambos com a finalidade de construir coletivamente a qualidade da educação nacional.

     

    PROGRAMAÇÃO

    10 de setembro de 2013

    Manhã

    Local: Teatro Universitário da UFES

    8h - Credenciamento

    9h - Sessão de abertura

    9h30min - Conferência: Direito de aprender a produzir textos e  ler na escola

    12h às 14h - Intervalo para o almoço

    Tarde

    Local: Salas de aula do IC-IV (Centro de Educação da UFES)

    14h às 16 h - Sessões de Comunicações

    11 de setembro de 2013

    Manhã

    Local: Teatro Universitário da UFES

    8h30min às 12h – Mesas redondas

    Tema: Práticas de produção de textos no cotidiano das escolas

    12h às 14h - Intervalo para o almoço

    Tarde

    Local: Salas de aula do IC-IV (Centro de Educação da UFES)

    14h às 16h - Sessões de relatos de experiências

    16h às 18h - Cerimônia de encerramento

    Local: Auditório do Centro de Educação

     

    NORMAS DE PARTICIPAÇÃO NO EVENTO

     

    Período de inscrição de comunicações e relatos de experiências: 1o de junho a 31 de julho de 2013.

     

    Período de inscrição para participação como ouvinte: 1o de junho até o dia do evento. Esse tipo de inscrição deverá ser feita, mediante preenchimento de ficha de inscrição e apresentação do comprovante de pagamento de inscrição, via correio eletrônico.

     

    Correio eletrônico do evento: iiisale@yahoo.com.br

     

    Valores da inscrição:

    R$ 50,00 até 30 de junho de 2013.

    Após essa data, o valor da inscrição será de R$ 60,00.

    O pagamento da inscrição deverá ser efetuado na conta.

     

    Dados para efetuar o depósito:

    Banco do Brasil

    Agência: 3084-8

    Conta Corrente: 122.084-5

    Fundação Espírito-santense de Tecnologia (FEST)

     

    NORMAS PARA SUBMISSÃO DE COMUNICAÇÕES E RELATOS DE EXPERIÊNCIAS

    a) Comunicações

    As comunicações orais devem versar sobre pesquisas em andamento ou concluídas.

     

    O resumo dos relatos deve conter cabeçalho com os seguintes itens, apresentados, obrigatoriamente, na seguinte ordem: título do trabalho em negrito e centralizado, nome/s do/s autor/es, vinculação institucional abaixo do/s nome/s de cada autor, agência ou instituição financiadora (quando houver).

     

    Ele deverá apresentar o/s objetivo/s da pesquisa, os pressupostos teórico-metodológicos e os resultados.

     

    A formatação dos arquivos (resumo) deve seguir as normas da ABNT. Os arquivos enviados deverão utilizar obrigatoriamente programas do Microsoft Office. Os textos dos resumos deverão estar com extensão em Word (doc ou docx). Eles deverão ter o máximo 1.300 caracteres (incluindo o título), digitados com letra times new roman, tamanho 12, espaçamento 1.5, margens direita, esquerda, inferior e superior de 3cm.

     

    As inscrições de comunicações deverão ser encaminhadas para comunicacao.iiisale@yahoo.com.br. O e-mail deverá conter 3 anexos: o primeiro, com o resumo das comunicações; o segundo, com cópia do comprovante do pagamento de inscrição do/s autor/es e; o terceiro, com a ficha de inscrição. Ressaltamos  que as inscrições são obrigatórias a todos os autores.

     

    b) Relatos de experiências

    Os relatos devem versar sobre experiências inovadoras no ensino das linguagens, da leitura e da escrita em diferentes níveis e modalidades da educação básica.

     

    O resumo a ser submetido deverá conter cabeçalho com os seguintes itens, apresentados, obrigatoriamente, na seguinte ordem: título do trabalho em negrito e centralizado, nome/s do/s autor/es, vinculação institucional abaixo do/s nome/s de cada autor, agência ou instituição financiadora (quando houver).

     

    Ele deverá apresentar o/s objetivo/s da experiência, o local onde foi realizada, a metodologia utilizada para o seu desenvolvimento e os resultados obtidos.

     

    A formatação dos arquivos (resumo) deve seguir as normas da ABNT. Os arquivos enviados deverão utilizar, obrigatoriamente, programas do Microsoft Office. Os textos dos resumos deverão estar com extensão em Word (doc ou docx). Eles deverão ter o máximo 1.300 caracteres (incluindo o título), digitados com letra times new roman, tamanho 12, espaçamento 1.5, margens direita, esquerda, inferior e superior de 3cm.

     

    As inscrições dos relatos de experiências deverão ser encaminhadas para relato.iiisale@yahoo.com.br. O e-mail deverá conter 3 anexos: o primeiro, com o resumo dos relatos; o segundo, com a cópia do comprovante do pagamento de inscrição do/s autor/es e; o terceiro, com a ficha de inscrição. Ressaltamos que as inscrições são obrigatórias a todos os autores.

     

    COMISSÃO ORGANIZADORA

    Cláudia Maria Mendes Gontijo (DLCE/PPGE/UFES)

    Ednalva Gutierrez Rodrigues (DLCE/PPGE/UFES)

    Cleonara Maria Schwartz (DLCE/PPGE/UFES)

    Luiz Costa Ferreira (PPGE/CE/UFES)

    Fabricia Pereira de Oliveira Dias (PPG/CE/UFES)

    Janaína Silva Costa Antunes (Criarte/PPGE/CE/UFES)

    Shenia Darc Venturim Cornélio (PPGE/CE/UFES)

    Dulcinéa Campos (PPGE/CE/UFES)

    Dilza Côco (PPGE/CE/UFES)

    Mônica Cristina Medici da Costa (Nea@d/UFES/PMVV)

    Margarete M. Goes (PPGE/CE/UFES)

    Dania Monteiro Vieira Costa (PPGE/CE/UFES)

    Nayara Santos Perovano (CE/UFES)

    Rosangela Pires Lima (CE/UFES)

    Bárbara Cristina Jorge da Silva (CE/UFES)

    Vanildo Stieg (CE/UFES)

     

    COMITÊ CIENTÍFICO

    Regina Helena Silva Simões (PPGE/UFES)

    Denise Meyrelles de Jesus (PPGE/UFES)

    Rogério Drago (PPGE/UFES)

    Janete Magalhães Carvalho (PPGE/UFES)

    Eliza Bartollozzi Ferreira (PPGE/UFES)

    Maria Aparecida S. Corrêa Barreto (PPGE/UFES)

    Edna de Oliveira Castro (PPGE/UFES)

    Robson Loureiro (PPGE/UFES)

    Ivone Martins de Oliveira (PPGE/UFES)

    Carlos Eduardo Ferraço (PPGE/UFES)

    Moema Lúcia Martins Rebouças (PPGE/UFES)

    Maria Amélia Dalvi Salgueiro (PPGL/UFES)

    Edwiges Guiomar dos Santos Zaccur (FE/UFF)

    Maria do Rosário Longo Mortatti (FFC/UNESP Marília)

    Cecília Maria Aldigueri Goulart (FE/UFF)

    Claudemir Belintane (FE/USP)

     

     

17º Encontro Nacional de Estudantes de Artes - ENEARTE VIX 2013

O DACAR UFES vem a público divulgar as diretrizes do 17º Encontro Nacional de Estudantes de Artes – ENEARTE Vix 2013, que se realizará na cidade do Vitória, entre 21 e 29 de setembro de 2013, na Universidade do Estado do Espirito Santo (UFES).

Dar continuidade aos encontros que aconteceram anteriormente desde 1988, o Encontro Nacional dos Estudantes de Artes - ENEARTE é um evento itinerante, de cunho científico, político, acadêmico e cultural. Constituído por estudantes de Licenciatura e/ou Bacharelado das diversas áreas de Artes, em todo o país. Tem por objetivo promover a discussão e a reflexão sobre a Arte e a sociedade, e apresenta-se como um espaço de intercâmbio cultural. A troca de experiências e a divulgação de trabalhos científicos dos alunos de artes de todo o país são sempre privilegiadas neste encontro, pois, assim, objetiva-se também o fortalecimento e o reconhecimento dos cursos nas universidades e a valorização da arte como campo de pesquisa e conhecimento científico. Essa é uma das razões pelas quais este encontro visa construir um diversificado painel da produção artístico-acadêmico em âmbito nacional.

 

  • Enearte Vix 2013

    setembro 21, 2013 – setembro 29, 2013

    O DACAR UFES vem a público divulgar as diretrizes do 17º Encontro Nacional de Estudantes de Artes – ENEARTE Vix 2013, que se realizará na cidade do Vitória, entre 21 e 29 de setembro de 2013, na Universidade do Estado do Espirito Santo (UFES).

    Dar continuidade aos encontros que aconteceram anteriormente desde 1988, o Encontro Nacional dos Estudantes de Artes - ENEARTE é um evento itinerante, de cunho científico, político, acadêmico e cultural. Constituído por estudantes de Licenciatura e/ou Bacharelado das diversas áreas de Artes, em todo o país. Tem por objetivo promover a discussão e a reflexão sobre a Arte e a sociedade, e apresenta-se como um espaço de intercâmbio cultural. A troca de experiências e a divulgação de trabalhos científicos dos alunos de artes de todo o país são sempre privilegiadas neste encontro, pois, assim, objetiva-se também o fortalecimento e o reconhecimento dos cursos nas universidades e a valorização da arte como campo de pesquisa e conhecimento científico. Essa é uma das razões pelas quais este encontro visa construir um diversificado painel da produção artístico-acadêmico em âmbito nacional.

     

     

Congresso Nacional Africanidades e Brasilidades: Culturas e Territorialidades

  • I Congresso Internacional e III Congresso Nacional Africanidades e Brasilidades: Literaturas e Linguística.

    novembro 29, 2016 – dezembro 1, 2016
  • II Congresso Nacional Africanidades e Brasilidades: Culturas e Territorialidades

    agosto 4, 2014 – agosto 6, 2014

    O II Congresso Nacional Africanidades e Brasilidades: Culturas e Territorialidades tem como objetivo central pensar as questões de Africanidades e brasilidades, buscando evidenciar a construção intercambiável das identidades de seus povos ao longo de mais de 500 anos ao mesmo tempo em que divulga o quão os fluxos Brasil-África tornaram possível produtos culturais ainda hoje pouco conhecidos exceto como formas de exotismo.

    Ao contrário, os pesquisadores reunidos em torno deste congresso buscam rever consistentemente o lugar da "alteridade" e ressaltar as relações intelectuais, literárias, artísticas e científicas que promoveram ontem e promovem hoje o diálogo Brasil-África, observando ainda as tendências a novos desdobramentos.

     

     

    INFORMAÇÕES SOBRE INSCRIÇÕES

    O prazo para a  inscrição de trabalhos a serem apresentados é de 15 de fevereiro a 30 de maio 2014, para isso deve-se preencher a ficha de inscrição disponível aqui e enviar para o coordenador correspondente do GT. O prazo para envio de carta de aceite é de 15 de maio a 15 de junho 2014 e o texto final para publicação deve ser enviado até o dia 30 de junho de 2014, cabe resaltar que o pagamento para aqueles que irão apresentar o trabalho é até o dia 30 de maio de 2014.

    Graduandos podem participar, desde que sejam participantes de projeto de Iniciação Científica e junto ao responsável por sua orientação, especialistas/especializandos, mestres/mestrandos, doutores/doutorandos, professores universitários ou pesquisadores institucionais podem, indistintamente, propor comunicação aos grupos de trabalho inscritos e aceitos na programação do evento, mas devem fazê-lo diretamente à coordenação do grupo de trabalho, que deverá observar se a proposição está adequada tanto à temática específica daquele grupo de trabalho, quanto ao tema central do evento. Em hipótese alguma as submissões de comunicação em grupos de trabalho devem ser encaminhadas à coordenação do evento, pois sua avaliação e consequente aceitação ou não é de inteira responsabilidade da coordenação do grupo de trabalho.

    O modelo de formatação do texto final para publicação está disponível aqui.

    Já se encontra disponível para Download o Caderno de Resumos, visto que a visualização deste no site altera o formato original.

Seminário dos Povos Indígena

O Programa de Educação do Campo, em parceria com o Movimento da Causa Indígena Capixaba, realizará no dia 11 de abril, das 08 às 18 horas, no Cine Metrópolis – UFES, o I SEMINÁRIO DOS POVOS INDÍGENAS – com o tema: SABERES, EDUCAÇÃO E INTERCULTURALIDADE.

A programação envolve mesas redondas e palestras, além de apresentações culturais.

A certificação será expedida pela Universidade Federal do ES

  • I Seminário dos Povos Indígenas

    abril 11, 2013 – abril 11, 2013

II EEBA - Encontro de Estudos Bakhtinianos - UFES

O EEBA - Encontro de Estudos Bakhtinianos - surgiu como proposta nos Círculos - Rodas de Conversa Bakhtiniana. A ideia foi de se constituir um outro espaço acadêmico de discussão do pensamento de Mikhail Bakhtin e seu Círculo de pensadores. Apresentando o mesmo princípio dos Círculos, o EEBA foi concebido para ser um evento itinerante. Assim, a 1a edição do evento foi realizada em Juiz de Fora, na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), em 2011, sob a coordenação geral da Profa. Maria Teresa de Assunção Freitas, uma das pioneiras nos estudos bakhtinianos no Brasil. Estiveram presentes naquele evento grandes nomes do cenário bakhtiniano no Brasil, como João Wanderley Geraldi, Sônia Kramer, Solange Jobim e Souza, Cecília Goulart, entre outros. Em 2013, nos dias 12, 13 e 14, o II EEBA acontecerá em Vitória, Espírito Santo, no campus da Universidade Federal (UFES), e terá como tema principal "Vida, cultura e alteridade". Serão três dias intensos de estudos em torno da teoria dialógica bakhtiniana, através de encontros dialógicos com palestrantes convidados, arenas polifônicas de debate, rodas de conversa bakhtiniana, lançamento de livros, noite rabelaiseana e muito mais. Vitória e a Ufes estão de braços abertos para receber baktinianos de todo o Brasil e também de alhures. Sejam bem-vindos ao II EEBA!!

  • II Encontro de Estudos Bakhtinianos

    novembro 12, 2013 – novembro 14, 2013

    O II EEBA VAI POCAR!!

     

    OS TEXTOS SUBMETIDOS AO EVENTO, E QUE SERÃO PONTO DE PARTIDA PARA AS DISCUSSÕES NAS RODAS DE CONVERSA, JÁ ESTÃO DISPONÍVEIS NO SITE www.2eeba.wordpress.com

     

    TODOS OS CONVIDADOS PARA O EVENTO ESTÃO CONFIRMADOS :

     

    Anthony Wall (Universidade de Calgary, Canadá); Augusto Ponzio (Universidade de Bari, Itália); Luciano Ponzio (Universidade de Salento-Lecce, Itália); Susan Petrilli (Universidade de Bari, Itália); Ana Zandwais (Ufrgs); Cláudia Gontijo (Ufes); João Wanderley Geraldi (Unicamp); Luciane de Paula (Unesp); Maria Teresa de Freitas (Ufjf); Valdemir Miotello (Ufscar);

     

    O objetivo geral do II EEBA é reunir pesquisadores de diferentes partes do Brasil, que atuam em diversas áreas de estudos da linguagem, da educação e afins, para discutir o pensamento do Círculo de Bakhtin e refletir sobre “Vida, Cultura e Alteridade” no mundo contemporâneo.

    Esse tema geral se desdobra em três outros temas específicos:

     

    1- Cultura e alteridade;

    2- Linguagem, educação e ética;

    3- A vida e as esferas culturais.

     

    Esses temas, por sua vez, constituirão os Encontros Dialógicos, as Arenas Polifônicas e as Rodas de Conversa Bakhtiniana, que concretizam a dinâmica do evento.

Seminário Capixaba sobre o Ensino da Arte

X Seminário Capixaba sobre o Ensino da ArteII Encontro de Licenciatura em Artes (EAD) UFES - Vitória (ES), de 18 a 21 de junho de 2013 Para este evento os debates sobre a educação da Arte se intensificarão com a possibilidade de participação de alunos, professores e coordenadores destes cursos de graduação ofertados pelas Instituições de Ensino Superior Públicas do Brasil e de outros países, tendo sido convidados professores da Universidade do Porto (Portugal) e da Complutense de Madrid (Espanha), para junto conosco debater e pensar a Educação da Arte na contemporaneidade. O evento proposto para 2013 contará com a coordenação e participação dos professores do Grupo de pesquisa GEPEL(Grupo de pesquisa de Educação e Linguagens) e com os coordenadores dos Cursos de Licenciatura em Artes na modalidade semipresencial e será realizado na UFES, em Vitória, de 18 a 21 de junho de 2013, com uma semana de duração, tendo como clientela os professores de arte que atuam no ensino infantil, fundamental e médio das redes pública e privada de ensino, alunos dos cursos de Licenciatura em Artes Visuais, Bacharelado em Artes Plásticas e Pedagogia, totalizando cerca de 600 participantes presenciais (capacidade do Teatro da UFES) e os demais com acompanhamento não presencial (estimativa de 600 participantes).Envolverá também os alunos da modalidade EAD do curso de Licenciatura em Artes Visuais da UFES e os alunos das demais instituições convidadas (UFG,UnB,UFRGS,UFMG). Com a abrangência nacional e internacional, o nosso público alvo é de aproximadamente 2.800 participantes somente no Brasil.O evento será realizado em dois turnos - matutino e vespertino, iniciando com as palestras proferidas por pesquisadores da Universidade Federal do Espírito Santo e de outras instituições de ensino do país, sendo o primeiro dia destinado aos convidados estrangeiros. Nos demais dias, pela manhã, ocorrerão as mesas redondas, seguidas da apresentação das comunicações (pesquisas realizadas e projetos desenvolvidos) e no vespertino serão ofertados oficinas e mini-cursos, com duração variável de 3 a 12 horas-aula, atendendo a até 200 inscritos presenciais.Envolverá diretamente o Centro de Artes e o Centro de Educação da Universidade Federal do Espírito Santo e pesquisadores de outras instituições de ensino.

  • X Seminário Capixaba sobre Ensino da Arte & II Encontro de Licenciaturas em Artes (EAD)

    junho 18, 2013 – junho 21, 2013

    As inscrições para o Seminário e para as Oficinas podererão ser feitas no dia e no local do evento. 

    Outras informações em:
    Site do X SCEA - II ELA 
    Página do Facebook
    TWITTER:SCEA_2013

Seminário Internacional de Educação Física, Esportes e Comunidades Tradicionais

Seminário Internacional de Educação Física, Esportes e Comunidades Tradicionais

Simpósio Nacional de Cultura Corporal e Povos Indigenas

V Simpósio Nacional de Cultura Corporal e Povos Indigenas e I Seminário Internacional de Educação Física, Esportes e Comunidades Tradicionais

Informações:

A programação acadêmica revela disposição dos Programas de Pós Graduação em Educação Física de promover, em forma de parcerias, um encontro de estudiosos, pesquisadores e estudantes de PPG (mestrado e doutorado) tendo como eixo avalizador referenciais das Ciências Sociais. Objetiva a formação de uma Rede de pesquisadores, comprometidos com a Educação Física e a publicação de seus estudos nas diferentes temáticas, entre essas comunidades tradicionais, educação/povos indígenas e quilombolas, práticas corporais tradicionais, cultura e esporte.

 I Simpósio Internacional de Esportes e Comunidades Tradicionais

A proposta de realizar o I Seminário Internacional de Educação Física, Esportes e Comunidades Tradicionais, em um primeiro momento, trata-se de uma iniciativa interinstitucional dos Programas de Pós Graduação da Universidade Federal do Espírito Santo/CEFD/UFES, Universidade Federal do Mato Grosso/UFMT e da Universidade Estadual de Maringá/UEM e FEF/UNICAMP.

 

  • Influências do esporte moderno e Jogos Olímpicos nas práticas tradicionais

  • Corpo, Cultura e Ciência: estruturação do domínio do conhecimento e do poder

    outubro 9, 2013 – outubro 11, 2013

Edital Teatro Universitário

Edital Teatro Universitário

  • EDITAL SUPECC Nº 03/2012 - EDITAL DE OCUPAÇÃO ARTÍSTICA E CULTURAL DO TEATRO UNIVERSITÁRIO - 2013

    dezembro 1, 2012 – dezembro 1, 2012

    EDITAL SUPECC Nº 03/2012EDITAL DE OCUPAÇÃO ARTÍSTICA E CULTURAL DO TEATRO UNIVERSITÁRIO - 2013


    A Superintendência de Cultura e Comunicação da UFES - SUPECC, órgão gestor do Teatro Universitário, localizado no campus de Goiabeiras, Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras, Vitória-ES - CEP 29075-910, institui o presente Edital definindo os critérios para seleção de propostas nas áreas de música, teatro, dança e outras manifestações artísticas visando à realização de apresentações no Teatro Universitário no período de 23 de fevereiro a 22 de dezembro de 2013.

    O Teatro Universitário é um espaço de produção e difusão cultural da Universidade Federal do Espírito Santo, inaugurado em 2004, cuja programação se destina à comunidade universitária e à população em geral. Localizado em área privilegiada da capital do Estado do Espírito Santo, o Teatro tem importante papel na vida cultural da região metropolitana da Grande Vitória, e busca consolidar-se como ambiente de difusão de trabalhos relevantes nas áreas de espetáculos, eventos acadêmicos e afins.

Colóquio de Linguística para o Processamento Automático de Linguagem Natural

Colóquio de Linguística para o Processamento Automático de Linguagem Natural

O 1º Colóquio de Linguística para o Processamento Automático de Linguagem Natural (LiPrAL) se apresenta como uma oportunidade para mostrar o trabalho de pesquisadores do Brasil na área do Processamento Automático de Linguagem Natural (PLN), que é ainda pouco conhecida pelos linguistas do país.

O evento será realizado no campus universitário de Goiabeiras, na cidade de Vitória (Espírito Santo). O campus de Goiabeiras é bem próximo de excelentes opções de hospedagem.

  • 1º Colóquio de Linguística para o Processamento Automático de Linguagem Natural

    novembro 29, 2012 – novembro 30, 2012

    O 1º Colóquio de Linguística para o Processamento Automático de Linguagem Natural (LiPrAL) se apresenta como uma oportunidade para mostrar o trabalho de pesquisadores do Brasil na área do Processamento Automático de Linguagem Natural (PLN), que é ainda pouco conhecida pelos linguistas do país.

    Primeira chamada

    Segunda chamada

II Workshop do Projeto REVIR

Workshop do Projeto REVIR: Redes Virtuais na Internet do Futuro

  • II Workshop do Projeto REVIR: Redes Virtuais na Internet do Futuro

    agosto 23, 2012 – agosto 24, 2012

    O paradigma de redes virtuais é uma proposta para a Internet do Futuro, pois provê mais flexibilidade no núcleo da rede, permitindo que diferentes requisitos de aplicações sejam atendidos. Esse paradigma possibilita que inúmeros elementos de redes virtuais possam co-existir em um único equipamento físico, mas possui ainda enormes desafios a serem vencidos para que a nova rede seja uma realidade. Este projeto de pesquisa em redes virtuais para a Internet do Futuro aborda diversos aspectos em diferentes áreas de pesquisa e propõe sistemas, mecanismos, serviços e aplicações para solucionar alguns desafios. O projeto atua em diferentes camadas da arquitetura de redes virtuais e visa oferecer:

    • uma infraestrutura de rede programável;
    • ferramentas de virtualização de redes com diferentes características em diferentes camadas de acordo com os requisitos das aplicações;
    • uma infraestrutura de rede segura com garantia de isolamento entre as redes virtuais;
    • ferramentas de controle e gerenciamento que garantam qualidade de serviço nas redes virtualizadas.

    Rede de Pesquisa

    http://www.gta.ufrj.br/revir/index.php/rede-de-pesquisa

     

    Local do Evento: Aroso Paço Hotel http://www.aroso.com.br/

II Semana de Estudos Geológicos

A II Semana de Geologia da Universidade Federal do Espírito Santo-UFES é um evento promovido pelos alunos do curso de geologia sob orientação dos professores do Departamento de Geologia. Este evento ocorrerá entre os dias 12 a 14 de Novembro de 2012, nas dependências do Centro de Ciências Agrárias e do Teatro Municipal Virgínia Santos, em Alegre – ES.

Tal evento se justifica pelo fato de os alunos do curso de Geologia da UFES necessitarem de uma visão ampla das diversas áreas que compõem as Geociências. Na presente proposta, serão realizados mini-cursos e palestras ministradas por profissionais da área de Geologia que atuam no mercado de trabalho, além de profissionais pesquisadores de diversos centros de pesquisa do Brasil. A exposição por parte dos ministrantes, das suas experiências profissionais e acadêmicas engrandecerá sobremaneira a formação dos recursos humanos na área de Geociências no Estado do Espírito Santo.
Os objetivos da presente proposta são de promover a troca de experiências profissionais e acadêmicas entre a comunidade geológica do estado do Espírito Santo e do Brasil, particularmente entre os discentes, docentes e profissionais das geociências que atuam no estado do Espírito Santo e também fora dele.
O público-alvo do evento é formado por: profissionais da área de geologia, docentes e discentes da UFES e de outras universidades, e comunidade local.

 

  • II Semana de Estudos Geológicos

    novembro 12, 2012 – novembro 14, 2012

    Local: Teatro Municipal Virgínia Santos e Universidade Federal do Espírito Santo- CCA-UFES

    Data: 12 a 14 de novembro de 2012

    A II Semana de Geologia da Universidade Federal do Espírito Santo-UFES é um evento promovido pelos alunos do curso de geologia sob orientação dos professores do Departamento de Geologia.

    Tal evento se justifica pelo fato de os alunos do curso de Geologia da UFES necessitarem de uma visão ampla das diversas áreas que compõem as Geociências. Na presente proposta, serão realizados mini-cursos e palestras ministradas por profissionais da área de Geologia que atuam no mercado de trabalho, além de profissionais pesquisadores de diversos centros de pesquisa do Brasil. A exposição por parte dos ministrantes, das suas experiências profissionais e acadêmicas engrandecerá sobremaneira a formação dos recursos humanos na área de Geociências no Estado do Espírito Santo.

    Os objetivos da presente proposta são de promover a troca de experiências profissionais e acadêmicas entre a comunidade geológica do estado do Espírito Santo e do Brasil, particularmente entre os discentes, docentes e profissionais das geociências que atuam no estado do Espírito Santo e também fora dele.
    O público-alvo do evento é formado por: profissionais da área de geologia, docentes e discentes da UFES e de outras universidades, e comunidade local.

Simpósio Capixaba de Química de Produtos Naturais

  • I Simpósio Capixaba de Química de Produtos Naturais

    agosto 27, 2012 – agosto 31, 2012

Simposio de Educação Infantil

Simposio Nacional de Educação Infantil

15 anos do NEDI

  • III Simpósio de Educação Infantil

    novembro 19, 2012 – novembro 21, 2012

Seminário UFES de Contabilidade

V Simpósio UFES de Contabilidade

Tema "Novos rumos da profissão contábil".

 

  • V Seminário UFES de Contabilidade

    maio 21, 2013 – maio 24, 2013

    O Seminário UFES de Contabilidade (SUFESC) nasceu da iniciativa do Departamento de Ciências Contábeis da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) com objetivo de apresentar debate de temas relevantes para estudantes, profissionais, professores e pesquisadores da área.

    Data do evento: 21, 22, 23 e 24 de maio de 2013

    As inscrições poderão ser realizadas no local do evento.

Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada

Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada

  • XV Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada

    julho 8, 2013 – julho 13, 2013

Seminário de Educação e Diversidade Sexual

Seminário de Educação e Diversidade Sexual

  • II Seminário de Educação, Diversidade Sexual e Direitos Humanos

    outubro 24, 2012 – outubro 26, 2012

    O II Seminário de Educação, Diversidade Sexual e Direitos Humanos, realização do Grupo de Estudos e Pesquisas em sexualidades (GEPSs) da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), tem por objetivo acolher pesquisas e discussões no campo da educação e da diversidade sexual em sua interface com os Direitos Humanos e com práticas e políticas comprometidas com uma sociedade mais justa, igualitária e inclusiva.

    • Para participar, é necessário o cadastramento em "acesso" à direita, nesta página.

Jornada de Estudos Clássicos Ufes

Jornada de Estudos Clássicos Ufes

Escola de Eletroquímica do Espírito Santo

Escola de Eletroquímica do Espírito Santo

Simpósio Capixaba de Atualização em Saúde Auditiva

O I Simpósio de Atualização em Saúde Auditiva no Espírito Santo, objetiva dissipar os métodos e técnicas da audiologia que vem sendo discutidas no panorama nacional e internacional pelas centros de referência em audição. Para tanto, a proposta será trazer ao estado convidados que estão envolvidos com atividades da prática clínica, mas, também aqueles que desenvolvem pesquisa clínica em diagnóstico e reabilitação da audição e ainda aqueles profissionais que operacionalizam as políticas públicas.

  • 1 Simpósio Capixaba de Atualização em Saúde Auditiva

    junho 15, 2012 – junho 16, 2012

V Seminário de Sociolinguística

O V Seminário de Sociolinguística tem por objetivos discutir e divulgar estudos desenvolvidos nas áreas de Sociolinguística, realizados por docentes e discentes de Iniciação Científica e de Pós-graduação dos cursos de Letras e de estudos Linguísticos do PPGEL/Ufes  e da UFRJ. Os trabalhos apresentados serão de dois grupos de pesquisas dessas universidades: o Projeto Português falado na cidade de Vitória (PortVix) e o Programa de Estudos sobre os Usos da Linguagem (PEUL). Também é objetivo do evento congregar professores e estudantes interessados no aprofundamento de temas relacionados à Sociolinguística.

  • IV Seminário de Sociolinguística

    junho 12, 2013 – junho 14, 2013

Jornada sobre Ensino de Línguas Estrangeiras

  • II Jornada sobre ensino de línguas estrangeiras

    julho 9, 2012 – julho 11, 2012

    Nos dias 09, 10 e 11 de julho de 2012 acontecerão o  I Congresso/II Jornada sobre Ensino de Línguas Estrangeiras (JELE) da UFES com o tema: Ensino de línguas e literatura no século XXI: reflexões e desafios. O evento pretende iniciar uma troca de saberes entre a Universidade, a escola pública e privada e os Centros de Línguas do país, de maneira que os estudos sobre o ensino de língua estrangeira ganhem maior visibilidade, principalmente, no estado do Espírito Santo que, historicamente, possui uma riqueza linguística indiscutível.

    Neste ano, o evento contará com conferências de professores convidados, paineis para alunos de graduação, comunicações coordenadas e individuais para professores e pós-graduandos, além de mesas redondas e minicursos. Além disso, criamos eixos temáticos para melhor organizar as propostas de trabalho. 


Lista de trabalhos aprovados!!

Confira a lista e locais dos trabalhos aprovados!

  • III Seminário de Educação em Direitos Humanos e I Seminário Estadual do Escola que Protege

    dezembro 8, 2011 – dezembro 9, 2011

    INSCRIÇÕES CANCELADAS

Site de submissão de trabalhos do Sudeste PET

Em edição de 2017.

  • Sudeste PET 2017

    março 16, 2017 – março 19, 2017

    Inscrições e demais informações: http://sudestepet.ufes.br/

    Este site serve SOMENTE para submissão e avaliação de trabalhos!

  • XII Sudeste PET

    abril 5, 2012 – abril 8, 2012

Seminário de Assistência Integral a Pessoas com Doença Falciforme

  • 2 Seminario de Assistência Integral a Pessoas com Doença Falciforme

    setembro 29, 2011 – setembro 30, 2011

Seminário Nacional da Pós-Graduação de Ciências Sociais

Encontro bienal promovido pela Pós Graduação em Ciências Sociais da UFES.

  • II Seminário Nacional da Pós-Graduação em Ciências Sociais

    julho 12, 2016 – julho 13, 2016
  • I Seminário Nacional de Pós-Graduação em Ciências Sociais - UFES

Encontro Capixaba de Quimica

Encontro Capixaba de Química - SBQ/ES

O Encontro Capixaba de Química – SBQ ES ocorre a cada dois anos, sendo o último realizdo nos dias 25 e 28 de outubro de 2011 na UFES – Vitória (ES) e é fruto da parceria entre a UFES, IFES, FAESA e FAACZ.

A programação envolverá minicursos, palestras e apresentação de trabalhos, entre outras atividades. O objetivo é apresentar e difundir temas atuais e novas tendências da área de Química, além de promover a integração entre os profissionais e estudantes.

O público-alvo é formado por estudantes de curso técnico, graduação e de pós-graduação dos cursos de Química, Engenharia Química e afins, assim como por professores do ensino médio/superior e profissionais que atuam em indústrias, órgãos públicos etc.

Comissão Organizadora.

  • VI Encontro Capixaba de Química – SBQ/ES

    Em breve mais informaçãoes sobre o IV Encontro Capixaba de Química – SBQ ES.

    A programação envolverá minicursos, palestras e apresentação de trabalhos, entre outras atividades. O objetivo é apresentar e difundir temas atuais e novas tendências da área de Química, além de promover a integração entre os profissionais e estudantes.

    O público-alvo é formado por estudantes de curso técnico, graduação e de pós-graduação dos cursos de Química, Engenharia Química e afins, assim como por professores do ensino médio/superior e profissionais que atuam em indústrias, órgãos públicos etc.

    Venha participar do IV ENCAQUI!

    Comissão Organizadora.

Simpósio Espiritossantense de Estilo e Qualidade de Vida Relacionado à Saúde

Evento realizado pelo grupo de estudos em estilo e qualidade de vida vinculado ao programa de pós-graduação em Saúde Coletiva.

  • 1 Simpósio Espiritossantense de Estilo e Qualidade de Vida Relacionado a Saúde

    agosto 25, 2011 – agosto 26, 2011

    25 E 26 DE AGOSTO NO AUDITÓRIO DO CENTRO DE CIÊNCIAS JURÍDICAS E ECONÔMICAS (CCJE) - UFES, GOIABEIRAS

    O Simpósio Espiritossantense de Estilo e Qualidade de Vida relacionada à Saúde é um evento promovido pelo Grupo de Estudo de Estilo e Qualidade de Vida, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da UFES.

     O evento tem como objetivo estimular na comunidade acadêmica e em profissionais de saúde o interesse pelo estudo e pesquisa do estilo e qualidade de vida relacionada à saúde.

    Temática proposta: “Estilo e qualidade de vida relacionada à saúde: uma abordagem sobre aspectos conceituais, metodológicos e tendências atuais”.

    EIXOS TEMÁTICOS:

    • Aspectos conceituais;
    • Instrumentos de mensuração;
    • Importância e aplicabilidade do estilo e qualidade de vida em saúde coletiva.

     Público alvo: Estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, profissionais de saúde, e o público geral.

    PROGRAMAÇÃO:

    I SIMPÓSIO ESPIRITOSANTENSE DE ESTILO E QUALIDADE DE VIDA RELACIONADA À SAÚDE

    Primeiro dia – 25 de agosto de 2011

    Segundo dia – 26 de agosto de 2011

    MANHÃ

     8h - Fixação dos pôsteres

     8h - 9 h - Entrega de material 

     9h - 9h30 - Abertura

     9h30 - 10h - Intervalo

     10h - 12h - Conferência

    TARDE

     12h - 14h - Almoço

     14h - 15h - Apresentação oral de trabalhos

     15h - 15h30 - Intervalo

     15h30 - 17h30 - Mesa Redonda

     17h30 - 18h - Sessão pôsteres

     18h - Retirada dos pôsteres 

    MANHÃ

     8h - Fixação dos pôsteres

     8h30 - 9h - Intervalo

     9h - 11h - Conferência

     11h - 12h - Apresentação oral de trabalhos

     

    TARDE

    12h - 14h - Almoço

    14h - 16h - Mesa Redonda

    16h - 16h30 - Intervalo

    16h30 - 17h - Encerramento

     17h30h - Retirada dos pôsteres

     

    INSCRIÇÕES

    As inscrições são gratuitas e serão feitas pelo e-mail seeqv@hotmail.com

    Dados que devem ser enviados para o e-mail:

    Nome/ Profissão/ Instituição/ e-mail/ Telefone

    VAGAS LIMITADAS!!!

     

    INSCRIÇÕES DE TRABALHOS

    As inscrições de trabalho ocorrerão do dia 15  de  julho a 10 de agosto. Os trabalhos devem ser enviados para o e-mail seeqv@hotmail.com

    • Para cada trabalho enviado pelo menos um dos autores deverá estar inscrito no Simpósio;
    • Cada participante poderá enviar até 02 trabalhos para apreciação da Comissão Científica como autor principal. Não há limite para trabalhos em co-autoria;
    • Antes de submeter o resumo, revise, com atenção, pois não será permitida a alteração do conteúdo dos resumos enviados;
    • A Comissão Científica definirá em qual modalidade o trabalho selecionado será apresentado: pôster ou oralmente sob a forma de comunicação coordenada;
    • Será entregue apenas um certificado por trabalho apresentado, constando o nome do apresentador e de todos os autores incluídos no resumo;
    • O resumo, incluindo título e conteúdo, não deve exceder 2.400 caracteres com espaços, e deve ser escrito na fonte Arial tamanho 12;
    • O resumo deve ser objetivo e conciso, com informações essenciais em suas diferentes sessões. Sessões sugeridas: introdução, objetivos, método, resultados e conclusão;
    • Além da observância aos requisitos de preparação dos resumos acima explicitados, o processo de avaliação adotará os seguintes critérios: relevância e natureza inovadora; características do resumo submetido no que se refere à organização, capacidade de síntese, e clareza de apresentação; e abordagem de produtos, resultados, ou argumentos e sua efetiva contribuição à Saúde Coletiva e seu papel na definição de políticas públicas;
    • A aprovação dos trabalhos será comunicada por e-mail;
    • Os banners aprovados devem ser construídos no tamanho 120x90 cm e os trabalhos aprovados para apresentação oral terão até 15 minutos para apresentação utilizando o Power point.

    Os trabalhos deverão ser inscritos nas seguintes áreas temáticas:

    • Aspectos conceituais e metodológicos do estilo e qualidade de vida relacionada à saúde.
    • Estilo e qualidade de vida relacionada à saúde de grupos populacionais: Saúde da criança e do adolescente; Saúde da mulher; Saúde do homem; Saúde do idoso;  Saúde do trabalhador; Saúde de pessoas com necessidades especiais. 
    • Qualidade de vida relacionada à saúde de grupos com patologias específicas. 
    • Estilo de vida e doenças crônicas não-transmissíveis: Cardiovasculares; Câncer; Diabetes; Obesidade e sobrepeso; Outras doenças crônicas não-transmissíveis.
    •  Outros tópicos sobre estilo e qualidade de vida relacionada à saúde.

    COMISSÃO ORGANIZADORA:

    Elizabete Regina Araújo de Oliveira - COORDENADORA

    Eliane de Fátima Almeida Lima

    Márcia Valéria de Souza Almeida

    Ana Paula Costa Velten

    Daiane Campos Juvêncio

    Daliana Lopes Morais

    Leidjaira Juvanhol Lopes

    Tiago Lessa Rossi

     

Forum Social sobre Doença Falciforme e Doenças Cronicas

  • I FORUM SOCIAL DE DOENÇA FALCIFORME E DOENCAS CRONICAS

    setembro 24, 2010 – setembro 25, 2010

    I FÓRUM SOCIAL SOBRE DOENÇA FALCIFORME NO ES

     

    TEMA: “ O SER E O SABER DA DOR FALCIFORME”

    Data: 24 e 25 de setembro de 2010

    Local: UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO (UFES)

     

    Relatório do I Forum Social de Doença Falciforme e Doenças Crônicas : baixe aqui.

  • II Forum Social de Doença Falciforme e Doencas Cronicas

    agosto 23, 2011 – agosto 24, 2011

    II FÓRUM SOCIAL SOBRE DOENÇA FALCIFORME NO ES

     

    TEMA: “Ciências da Saúde: conhecimentos e práticas integrativas e complementares para doenças crônicas”

    Data: 23 e 24 de agosto de 2011.

    Local: UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO (UFES)


    Relatório completo do II Forum Social sobre Doença Falciforme: baixe aqui.

     

  • III Forum Social de Doença Falciforme e Doencas Cronicas

    agosto 23, 2012 – agosto 24, 2012

    III FÓRUM SOCIAL SOBRE DOENÇA FALCIFORME NO ES

     

    Temáticas pertinentes: Sistema Único de Saúde, Sistema Único de Assistência Social, determinantes sociais, desigualdades no acesso à saúde, controle social, políticas públicas inclusivas, resolutividade na assistência à saúde, Conferência Nacional de Saúde e outras.

    Data: 23 e 24 de agosto de 2012.

    Local: ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO (ALES)

     

Encontros Capixabas de Física

  • I Encontro Capixaba de Física

    maio 10, 2011 – maio 11, 2011

    Nesse encontro serão discutidos temas relacionados aos desafios da profissão e da ciência. Venha participar conosco desse debate!

    PROGRAMA

     

    Dia 10/05

    • 10:00 Abertura
    • 10:30 Mesa redonda: “A Questão Nuclear” - Luiz Pinguelli Rosa (Coppe-UFRJ)
    • 14:00 Mesa Redonda: “O Ensino da Física no ES”- debatedores: Klinger Marques Barbosa (Sec. Estadual de Educação), Márcia Regina (CEUNES), Michel Rabbi (Coordenador da OBF no ES);
    • 16:00 Coffe Break
    • 16:30 Mesa redonda: “Regulamentação da Profissão de Físico” - debatedores: Representante da SBF, Armando Biondo Filho (Diretor do CCE-Ufes), rep. da bancada federal do ES ;

     Dia 11/05

    • 10:00 Mesa Redonda: “O Profissional de Física na Indústria” - debatedores:
    • Representante da SBF, Representante da Petrobrás, Edson Passamani (Coordenador do PPGFIS- Ufes).
    • 14:00 Mesa redonda: “Financiamento à Formação e à Pesquisa em Física” - Palestrantes: prof. Francisco Emmerich (Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação- UFES), Anilton Garcia (Pres. da FAPES), dep. Lucia Dornellas, Presidente da Comissão de C&T da ALES.
    • 16:00 Coffe Break
    • 16:30 “Política Energética Brasileira” - Célio Bermann (IEE- Usp)
    • 18:00 Encerramento
    • 18:30 Coquetel

    INSCRIÇÕES

    Para inscrever-se mande um email para ec_fisica@yahoo.com.br contendo as seguintes informações:

    • Nome completo
    • Nome (Crachá)
    • Instituição
    • Titulação
    • RG/Passaporte
    • Endereço
    • Telefone
    A organização cobrará uma taxa de R$ 10,00 (Dez reais) na retirada do crachá, que ocorrerá dia 10 de maio as 9hr (nove horas) no auditório do CCE/UFES.

Simpósio de Pesquisa e Extensão em Design

De 28 a 30 de setembro no Auditório do Centro de Artes da UFES.

  • I Simpósio de Pesquisa e Extensão em Design

    setembro 28, 2011 – setembro 30, 2011

    Temos o prazer de convidá-los para participar da primeira edição do Simpósio de Pesquisa e Extensão em Design - Simpex - que acontecerá de 28 a 30 de setembro de 2011. O evento será realizado pelo Núcleo de Imagem Produção e Pesquisa da UFES.

    Os objetivos do evento são estimular a discussão, o intercâmbio e a produção de inovação, através da promoção de um fórum de divulgação e trocas de experiência sobre as atividades de pesquisa e extensão realizadas pelos cursos de Design sediados no Espírito Santo, lançando as bases para o estado se tornar um pólo aglutinador e irradiador do mesmo no panorama nacional.

    Pretende-se ainda promover a reflexão, o debate e a divulgação e do conhecimento em Design a partir do Simpex e a partir desse primeiro encontro apresentar a abertura para participação de instituições regionais e nacionais que atuam no mesmo campo.

    Para submeter artigos para esse evento, cadastre-se aqui.

IX Workshop em Física Molecular e Espectroscopia

O Workshop em Física Molecular e Espectroscopia (WFME) visa criar um ambiente profícuo para a discussão e difusão de projetos de pesquisa, suas metas e resultados, fomentando a interação entre grupos de pesquisa ligados a espectroscopia e áreas afins por meio da elaboração de projetos unificados de pesquisa. O presente workshop tem especial atenção no sentido de congregar pesquisadores dispersos em departamentos de química e física no País de modo a reunir teóricos e experimentais em Física Atômica e Molecular e Química Quântica.

  • IX Workshop em Física Molecular e Espectroscopia

Olimpíada Capixaba de Química

Olimpiada Capixaba de Quimica é um evento anual patrocinado pelo Departamento de Química.

  • IX Olimpíada Capixaba de Química

Departamento de Estatística

É responsável pelo curso de Estatística e por ofertar disciplinas para vários cursos da Universidade Federal do Espírito Santo. Além disso, organizar a Semana de Estatística.

  • XII Semana de Estatística: A Estatística na educação e no mercado de trabalho

    agosto 8, 2016 – agosto 12, 2016

    A Semana de Estatística, evento bienal organizado pelo Departamento de Estatística da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), chega esse ano à sua 12a edição, buscando reunir estudantes, professores e profissionais de Estatística e áreas correlatas em atividades de extensão e pesquisa. A partir dessa edição, a programação da Semana de Estatística irá focar no uso da Estatística nas áreas aplicadas. Nesse sentido, o tema escolhido para esse ano foi: Estatística na educação e no mercado de trabalho.


    Para sua realização conta com a iniciativa dos acadêmicos do Curso de Estatística da UFES e de várias instituições, e espera-se que este evento contribua para o desenvolvimento do Espírito Santo, conscientizando as classes estudantis e profissionais sobre a importância dessa área como ciência propulsora do desenvolvimento nas diversas áreas de ciência, tecnologia e de educação.

ENCONTRO NACIONAL E INTERNACIONAL 5a HABILIDADE: TRADUÇÃO & ENSINO

O objetivo primordial do evento é integrar as reflexões teóricas e as experiências que focalizem a interação entre tradução e ensino, de forma a estimular o diálogo entre diferentes áreas do conhecimento, e promover a discussão e o intercambio entre os pesquisadores, professores e estudantes, visando fortalecer o entendimento de que a tradução é uma 5a Habilidade que estimula a produção de significados, e, portanto, pertimite uma melhoria da educação continuada no ensino superior, medio e fundamental .

  • II ENCONTRO NACIONAL E INTERNACIONAL 5a HABILIDADE: TRADUÇÃO & ENSINO

    outubro 6, 2010 – outubro 8, 2010

    O Programa 5a Habilidade realizará nos dias 06, 07 e 08 de outubro de 2010, no auditório Décio Cunha da Univesidade Federal do Espírito Santo – UFES, o II ENCONTRO NACIONAL E INTERNACIONAL 5a HABILIDADE: TRADUÇÃO & ENSINO. O objetivo primordial do evento é integrar as reflexões teóricas e as experiências que focalizem a interação entre tradução e ensino, de forma a estimular o diálogo entre diferentes áreas do conhecimento, e promover a discussão e o intercambio entre os pesquisadores, professores e estudantes, visando fortalecer o entendimento de que a tradução é uma 5a Habilidade que estimula a produção de significados, e, portanto, pertimite uma melhoria da educação continuada no ensino superior, medio e fundamental .



Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .